Palavra do dia: Wikipedophilia

O FBI está investigando se é o caso de entrar com uma ação contra a Wikipedia, por divulgação de imagem envolvendo pedofilia em capas de discos.

Achei que fosse mais um daqueles casos bestas, onde alguém monta um escândalo baseado em algo inocente, como a capa do Nevermind, do Nirvana, que é uma das capas mais emblemáticas da História do Rock:

A imagem foi inclusive parodiada com o Bart Simpson:

Note que removeram o bigurrilho do Bart, tivemos que esperar quase 20 anos para ver o pinto amarelo (meio redundante isso) mais famosos de Springfield, no filme para o cinema d’Os Simpsons.

Entretanto a imagem em questão não era a do Nirvana. O buraco é mais embaixo. As acusações envolveram o disco Virgin Killer, do Scorpions.

A capa mostra uma pré-adolescente, nua, com um efeito de vidro quebrado centrado em sua vergonha, alta e cerradinha. Na época rendeu polêmica, a capa foi banida em tudo que é lugar fora da Alemanha (e convenhamos provavelmente o Japão).

Outra capa ainda não descoberta pela mídia escandalosa segue o mesmo caminho: O grupo Blind Faith (de um tal de Eric Clapton) colocou na capa de seu disco homônimo uma foto de uma menina de 11 anos, de topless. E não, não foi feito por um tarado qualquer, foi uma foto de Bob Seidemann, um dos papas da fotografia moderna, autor da famosa foto de Janis Joplin seminua.

Hoje ela vale como documento histórico, e tenho certeza de que ninguém na Wikipedia, nem o editor que subiu a capa teve qualquer intenção sexual, mas o fato é: a capa mostra uma menina sem roupa. Sendo fiel à letra da Lei, é ilegal na maioria dos lugares.

A Wikipedia deve ter algum tipo de imunidade diplomática? Eu lembro que mesmo no auge da censura era possível ver filmes (geralmente na TVE) cheios de peitinhos, pois filmes mostrando índios eram liberados. Até quando eram índias como a Glória Pires. Se uma novela sonhasse em mostrar nudez 8 da noite, daria morte, mas a simples mudança de contexto cultural liberou a peitaria.

Calma, não é tudo mulher pelada? E a Playboy? Crianças não podiam chegar perto, mas nenhum jornaleiro deixaria de vender uma Geográfica Universal (a versão nacional da National Geographic) para um garoto, mesmo as edições com africanas de topless na capa.

E não, eu não engulo a explicação de que “com fotografia é diferente. Quando Goya pintou a Maya Desnuda o nível da merda gerada foi tão grande que ele foi convocado a depor junto à Inquisição Espanhola e ainda foi destituído do posto de Pintor da Corte Espanhola.

Hoje ninguém em sã consciência ousaria dizer que essa obra-prima é pornográfica.

Até hoje Hollywood evita colocar nu frontal masculino em seus filmes. Publicidade, mídia, todo mundo passa longe. Nem o Cinema Nacional abusa do recurso. Há consenso de que se aparece pinto, o filme é “pesado”. Mas…

Exato. A obra de nossa tartaruga preferida atrai milhares de visitantes todos os anos para apreciar embasbacados um pinto de mármore. “Oh, está pelado, dá pra ver a coisa dele”. Não, não se escuta isso no Louvre. (O David está no Louvre? Não lembro)

Será que em 100 anos as capas dos discos do Blind Faith e do Scorpions serão reconhecidas como arte? Ou vencerá a visão simplista: “se é de menor e está pelada, é crime”?


Tudo pela arte, mas nem peito a menina tinha, Reginaldo!

Mudamos tanto assim em 20 anos? Filmes como Pretty Baby, Lagoa Azul e Menina do Lado violam flagrantemente todos esses “estatutos”, nem por isso são proibidos, banidos e queimados em praça pública. E ver a Flávia Monteiro com 14 anos, pelada sendo acariciada por um constrangido Reginaldo Farias para mim é muito menos arte do que as capas em questão.

Aliás, nem vou entrar no mérito de definir o que é arte e o que não é arte. Prefiro ficar na pergunta que NÃO tenho resposta nem opinião formada:

Arte pode tudo ou não?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • O fato é que a midia nos dias atuais torna a informação pública por demais, devido a globalização… E adora um sensacionalismo.

    Ao meu ver, a arte nada mais é do que um "processo ou produto" resultado dos costumes e cultura de um povo em determinada epoca, isso torna tudo muito relativo. O que para mim pode ser arte, para outro pode já não ser.

    Julgar o que é arte seria tão coerente quanto julgar o que é certo e errado.

  • Pergunta complicada essa, só penso que arte só é mesmo entendida como você muito bem escreveu "Será que em 100 anos as capas…". Então hoje a arte não pode tudo porque o que importa é o comportamento padrão atual e é nisso que quem forma opinião sobre o que é arte ou não se baseia, eu acho :)

  • Só pra completar a notícia,

    o filme com o Reginaldo Faria é na verdade 'Presença de Anita' (claro q com outro nome, o roteiro foi feito com base no livro q depois o Manoel Carlos pegaria a mesma idéia e tranformaria na minissérie)

    flw

    tb não sei se arte pode tudo

    • Amo Muito Tudo Isso

      Tá falando bobagem, amigo! O filme, "A Menina do Lado", foi feito baseado em um conto erótico publicado pela revista Palyboy na época em que ainda se chamava "Homem."

      O filme e, muito tempo depois, a minissérie "Presença de Anita"; esses sim, foram feitos a partir de um romance (livro).

  • Fabrício

    Acho que ficamos tremendamente hipócritas em 20 anos. Sem explicação alguma (pelo menos pra mim) a geração que prometeu mudar o mundo acabou tornando-o mais conservador e retrógrado.

    P.S:

    "…(O David está no Louvre? Não lembro)…"

    Deve estar em Berlin a essa altura do campeonato…

  • Francisco

    Cardoso,
    o Davi fica em Florença… Numa praça cujo nome eu não me lembro…
    Famoso no Louvre é a Vênus de Milo, mas ela já era gente grande…

  • Cardoso, na arte acho que pode tudo dentro de um bom senso. O problema é a definição deste bom senso. Bom senso é muito abstrato. :P

  • Se você visitar os links da rede del.icio.us anarchic_universe, há tanta notícia de casos de suposta molestação que enchi de escrever sobre os casos.
    Esta noite li no site SAMOHI-Pals uma opinião contra defesa via órgãos sindicais de professores acusados de qq coisa.

    A caça às bruxas não é só de hoje. É de sempre.

    Tenha um bom dia.

  • O problema é que existe uma rede de moralistas de plantão para acusar tudo e a todos de pedófilos. Se levarmos em conta que pedofilia, pelo menos no Brasil, não é crime, mas apenas uma doença, podemos concluir que o único crime existente é a chamada pornografia infantil. Ai entramos em um terreno muito mais arenoso. Como separar o artístico do sensual, do erótico, do pornográfico e do vulgar? Infelizmente são fronteiras que podem ser ultrapassadas muito facilmente. Fotos de adolescentes em poses sensuais são permitidas desde que com acompanhamento e total autorização dos pais. Se não fosse assim nenhuma modelo poderia fazer Book para mostrar o trabalho, já que essas são fotos obrigatórias dentro do conjunto de imagens. Eu, particularmente, evito fotografar menores de idade.Não por conta de alguma posição moralista, mas por causa da burocracia envolvida. Mas, enquanto os defensores da moral e dos bons costumes ficam perseguindo artistas ou condenando capas de disco a destruição, deveriam ficar de olho nos álbuns fotográficos dos próprios adolescentes nas redes sociais, como o Orkut. Lá se encontram coisas muito mais pesadas e maliciosas do que qualquer capa de disco.

  • Pra mim é tudo baboseira. Se há uma capa de disco polêmica, se existe um culpado(e não digo que existe), é quem fez a capa. No caso da wikipedia, acredito que o que fazem é "informar". Se a capa era aquela, não vejo problema nenhum em colocar. É polêmica? A culpa não é deles.
    A arte pode tudo? Não sei, não sou artista. Mas pelo que vejo, qualquer um faz o que quer e chama de arte. Ela pode até ser proibida, mas não deixa de ser arte. Nesse sentido, acredito que que sim, a arte pode tudo, mas não pode mostrar tudo. Os pudores da nossa sociedade não deixam.

  • Carlos Borges

    Aloha Cardoso – o David fica na Accademia di Belle Arte, em Florença. E, sendo bem contextualizada, QUALQUER coisa pode ser chamada de arte.
    Aquele filhadaputa que amarrou um cachorro e deixou morrer em exposição é considerado um artista. Em sua próxima mostra tenho a impressão que ele vai contratar um armário pra sodomizar um coala. E, dependendo de como isso for apresentado, vai ser aplaudido.
    Se você fizer uma "redução ao absurdo" desse argumento, em pouco tempo consegue ver que uma criança sendo colocada no meio de um palco e em seguida ser estuprada por 12 senhores poderá passar por arte. O filhadaputa pode até chamar de "luta para manter a inocência". Questão de ponto de vista, bagagem cultural. Pra mim, uma atrocidade. Pra um ou outro finlandês, um espetáculo a ser apreciado.

  • A questão está na (possível) exploração da menor. Se foi explorada, se foi forçada a tirar a foto, se isso a traumatizou, é errado. Se mostrou a periquita porque quis, dane-se. Se a pirralha considera isso "expressão artística", não tem nada de errado.

  • Houve um ano de escândalo quando uma foto de um artista famoso revelava a pudenda de uma garotinha sentada em um degrau de bob e um tri-dimensional, que se chamava "Piss Christ." Era uma cruz em uma garrafa de urina, que lhe dava cor meio que de âmbar.
    A verba dessa mostra era do National Endowment of the Arts. Foi cortada.
    Aqui está muito difícil. Deve ser a predominância dos evangélicos, os born-again, a idade pesando na minha geração, a geração pós-guerra.

    Esta capa do Nirvana, Nevermind, não fez mal ao menino. Acho muito legal.

  • Lewis Carroll, famoso matemático e escritor, batia fotos de garotinhas pequenas em seus tempos de fotógrafo.

  • O que é arte ou não é subjetivo demais, mas que esse povo voltou com essa de defender a moral nos últimos anos isso é inegável.

  • Se a bíblia é a "palavra de Deus", se a mesma "condena o Espiritismo", se a Igreja Católica, é a "única representante de Cristo na Terra", se o "papa" é "infalível". Porque então que com todos estes recursos, para a defesa da Igreja Católica, os seus bispos optaram, pelo assassinato do bispo Dom Aldo Di Cillo Pagotto?

    O Bispo Católico Dom Aldo Di Cillo Pagotto, arcebispo do Nordeste, deu uma entrevista ao porograma Espiritismo Via Satélite. Programa este apresentado pelo senhor Alamar Régis Carvalho. Durante a entrevista, Dom Aldo disse, li Paulo e Estevão, (obra psicografada por Chico xavier) quem não leu não sabe o que está perdendo. Estive com Chico Xavier e me vi diante de um santo. Durante um encontro da CNBB, em Santa Catarina, um bispo pediu satisfação a Dom Aldo, sobre a referia entrevista. Os ânimos se exaltaram, então os bispos disseram (haviam cerca de quinhentos bispos). Nós tiramos a reencarnação da Bíblia. Precisamos rever esta tese. Nós tiramos a mediunidade da Bíblia. Precisamos rever esta tese. Entusiasmado com o fato, o Senhor Alamar promoveu com o auxílio da USE, União das Sociedades Espíritas, O 1° Encontro Espírita do Estado de São Paulo ENCOESP. Encontro este que seria realizado, em Janeiro de 2001 no Anhembi. Estes mesmos Bispos pretendiam fazer, uma reforma no Cristianismo, a partir do Brasil, e apresentar ao mundo o Espiritismo, com sendo o Cristianismo redivivo. O senhor Alamar disse inclusive, que os espíritas que fossem ao encontro, ficariam surpresos. Pois o Anhembi estaria lotado de bispos da igreja católica, pois participariam do evento, bispos do Brasil e do mundo. Estavam convidados para serem os palestrantes, Dom Aldo Di Cillo Pagotto, o padre José Linhares Pontes, que é ou era deputado federal pelo Ceará, e o pastor protestante Nehemias Marien. Só Dom Aldo Pagotto não pode ir. O motivo pelo qual Dom Aldo não pode comparecer, foi que trinta por cento daqueles bispos, que estavam no encontro da CNBB em Santa Catarina, disseram: Se for para a acabar com a Igreja Católica, vai ter sangue no Anhembí. Ameaçando assim matar a tiros de metralhadora Dom Aldo Pagoto, caso ele compareçesse ao evento. Houve uma reunião de emergência, pensaram ou em chamar a polícia, ou avisar a imprensa. Foi decidido então que era cedo, para os bispos fazerem tal afirmativa, a respeito da doutrina espírita. O Dom Aldo recuou, e o evento não aconteceu da forma como havia sido previsto. O senhor Alamar Régis Carvalho é hoje presidente da Rede Visão de TV.

  • Cardoso,

    Na lista de 'obras primas' do cinema brasileiro, faltou citar o excelete "Amor estranho Amor" estrelado pela Rainha dos Baixinhos. (acho que foi pelo filme que ela recebeu esse título…)

  • Só uma observação: nesse disco do Scorpions, a menina na capa é filha do vocalista.

  • Luis, segundo o artigo da Wikipedia a menina era filha ou sobrinha do designer da capa, não do vocalista.

  • jorge freire

    Corrigindo:

    "Francisco em 11/05/2008 às 2:09 am

    Cardoso,
    o Davi fica em Florença… Numa praça cujo nome eu não me lembro…
    Famoso no Louvre é a Vênus de Milo, mas ela já era gente grande…'

    Certo: Fica em Florença (Firenze)
    Errado: Nao fica na praça. o David da praça é uma réplica…o original fica no Museu das Artes, em Firenze.

  • Isto ja é palhaçada né entao porque nao investigaram o nirvana, é nao ter mais o que faze né…

    Outra coisa voce disse que tivemos que esperar 20 anos pra ver oo pinto do bart?!?! credu eu nao tava ansioso pra ver pinto nenhum alem do meu auehuahe…
    Brincadeira..

  • Olá li sua materia e gostei muito.

    não esqueça os comerciais insinuantes e as revistinhas de mangás distribuídas nas bancas não tenho nada contra mas pelo que sei não para ignora-las.

    Li sua materia na Info e peço umas dicas suas. estou começando hoje no mundo bloqueiro e nada melhor de que ouvir um profissional na área.

  • Capas de alguns discos são arte SIM, só falta acabar a hipocrisia de que artista bom é artista morto e termos o reconhecimento das mesmas…

    Digo alguns discos porque já basta acharem que Calypso é música, imagina se quiserem colocar a capa num museu né?!

    Éco.

  • NÃO.
    Sou atriz amadora, vico em contato com todo tipo de ator, alguns sabe trabalhar com arte, outros não.

    Eu não sei o contexto daquele caso da Flávia monteiro, sim por que o contexto pode explicar muitas coisas.
    Hoje até na literatura há casos de pornografia, e há casos de arte. Arte não tem o objetivo de trazer prazer sexual, traz sim a discussão: o que é ou não certo, como vemos isso na sociedade atual e por aí vai.

    Esse é um tema tão complicado e antigo….

  • Eu tive este LP do Scorpions e tenho até hoje o CD do Blind Faith, que aliás é maravilhoso. Abaixo a hipocrisia! =)

  • Alguns comentários fizeram-me voltar. Arte em que se mata cachorro, ou autoflsgelação não é arte para mim. O vidro com o Piss Christ e o retrato da menina feito pelo Robert Mapplethorpe, vejam aqui
    <a>NEA Scandal criam controvérsia. A primeira capa do Blind Faith nos EUA não teve ninfeta nua segurando um avião. Foi censurada assim como a capa de mulheres nuas do "Electric Ladyland."-Jimi Hendrix.
    Há um tipo de arte que me incomoda, as fotos de Diane Airbus. Sabia algumas coisas sobre Airbus, fui a uma exposição de seu trabalho e fui adivinhando, adivinhando, no último salão descobri que se havia suicidado. Evito essas coisas de suicídio por motivos pessoais, mesmo gostanddo do Nirvana e do Kurt Cobain.
    Cardoso, espero que tenha uma observação de reflexão sobre arte depois de tudo isso. Estão muito bons os comentários. Gostaria de ter a sua opinião, por favor.

  • Pingback: Rodrigo Mendes - Um devaneio de idéias sobre comunicação! » Pedofilia na internet()

  • A arte muda rapidamente. O que é arte hoje é lixo amanhã e por aí vai. ficam apenas as obras que marcaram de forma inequívoca as almas das pessoas.

    Quanto as capas, não achei nada ofensivo. O grande problema da mídia hoje em dia é que tudo descamba para a paranóia. Nos EUA principalmente. As pessoas por lá têm medo de se cumprimentarem com mais intensidade e a outra pessoa abrir um processo por assédio sexual. Isso já gerou problemas em grandes empresas por lá.

    A arte, como o belo, é subjetiva. O resto… é o resto.

  • E a capa do Tom Zé, pode??? huauahau

  • Essa da Flavia Monteiro era conhecida. Os pais da moça na época deixaram isso, e foi muito mal falado por toda a crítica. Por falar nisso, aonde anda hoje essa alma?

  • Bem que podiam ter feito uma capinha mais bonitinha neh? Botado uma gostosa na frente, alguma coisa muito melhor. Isso eh falta de vergonha na cara!

  • A arte pode tudo. Pode inclusive não ser considerada arte. E no entanto não vai deixar de sê-lo. Ora, que eu saiba, uma das principais características da arte é chocar. Não?

  • Pingback: Megalopolis » Músicas politicamente incorretas()

  • Sei não, mas talvez esse termo "arte" é uma grande desculpa perpetuada por muito tempo: se é bom é arte, se é ruim, também.
    Ora, faça me o favor!

    Eu prefiro acreditar mais no termo "gosto". Eu gosto disso,você não.
    Fim de papo!

    E a "arte" não pode tudo. Me lembrei agora da frase do Zappa que mata a pau:

    ""Existe mais canções de amor do que qualquer outro tipo. Se canções influenciasse as pessoas, amaríamos uns aos outros."

    Então, se a "arte" pudesse tudo o mundo teria sido transformado com "All you need is love" dos Beatles ; )
    http://combustanea.blogspot.com

  • Adorei o comentario hehee realmente simpsons e tudo adoro mt

    Sempre q postar um do tipo virei msm nao postando xD

    Vlw

  • Bocha

    Cara, ganhaste mais um leitor.

    Gostei muito do Blog.

    Sempre que tiver um tempinho darei uma lida nas novas.

    Um p… (censurado pelo editor) abraço.

    PS: o que significa miguxês (preferi não pesquisar na Wikipedia).

  • Comentário de chato.
    A Geográfica Universal era uma imitação da National Geographic.
    Agora existe a verdadeira National Geographic Brasil (versão traduzida). http://nationalgeographic.abril.com.br/

  • Pingback: Orkut, Sim! Pedofilia, Não! |()

  • Nikolas

    Nossa que tri cara

    • Nikolas

      pra que ficarem perdendo tempo e desenhando o bart qual é a logica isso é idiota

  • Luiz Felipe

    Outra coisa ridicula é se a pessoa usa biquine então tudo bem, agora se usar a roupa intima, o povo acha absurdo, sendo que a quantidade de pele exibida é exatamente a mesma. Não faz sentido nenhum, deve ser o tal do "bom senso", só porque mudou o tipo do pano, ou o corte, não pode.
    Eita sociedade hipocrita.