Astróloga, Haddad? Isso sim é apoio melhor que o do Maluf!

astrology2Em tempos de Magia Negra na Casa da Dinda, fica até estranho me espantar com casos menores, afinal religião e política sempre foram farinha do mesmo saco, mas fica complicado quando a política é de 3ª e a religião é uma crendice arcaica.

Eu sei, estou em minoria, mas é um saco viver cercado de gente que defende e acredita em fantasias da Idade do Bronze. Ser antigo não quer dizer que esteja certo, se for assim joguemos a química fora e fiquemos com a alquimia.

De todas essas crendices talvez a pior seja astrologia. Há quem pregue que é algo inofensivo, só uma besteirinha que as pessoas lêem no jornal antes de sair de casa. Primeiro, que diabos é esse tal de “jornal” que falam? Ah, Papel do Gato, lembrei. Segundo, quem mais defende essa “inofensibilidade” é quem sabe de cor ascendente, descendente, signo cíclico e arcano quântico.

Terceiro e pior: Como toda pseudociência, o perigo da astrologia não está nela em si, mas nas pessoas que a levam a sério, pois essas pessoas são influenciadas pelos curandeiros, místicos e outros picaretas do gênero.

Como? Ninguém leva isso a sério? Pergunte então pra Joan Quigley, astróloga pessoal de Ronald Reagan, tão eficiente que já era conhecida da Primeira Dama mas só apareceu depois que ele sofreu um atentado, no melhor estilo “eu sabia que algo iria acontecer”.

Também não dá pra esquecer a vergonha internacional de todo carioca, os acordos da Prefeitura com a Fundação Cacique Cobra Coral, que não só promete fazer chover como também faz não chover. Em teoria, na prática dança da chuva é algo que nem índio mais faz.

Por isso tudo no Facebook do Haddad me deparei com um post de cair o cu da bunda, como diz a Nospheratt:

clip_image001

Sim, em pleno Século 20 XXI um candidato a prefeito, da Maior Cidade da América Latina aceita e divulga apoio de uma astróloga. PIOR, divulga uma PREVISÃO de vitória.

Vai pra Praia, Haddad, ou jogar milho pros aviões, ou seja lá qual o passatempo preferido de paulista. A vitória já está garantida. Todos os idiotas virando noite no seu comitê de campanha, todos os estrategistas, marqueteiros, estatísticos, todos estão desperdiçando seus esforços, se sua vitória já está garantida.

“Ah, mas qual o problema do candidato e mesmo do prefeito se aconselhar com uma astróloga?”

Todo o problema do mundo. Astrólogos não foram eleitos. Não possuem qualificação formal REAL para aconselhar quem quer que seja, muito menos um líder público.

“Ah, mas políticos usam conselheiros”

Sim, é óbvio, não dá pra querer que um Presidente saiba tudo, que o diga o Lula, que nunca sabia de nada, mas existe uma ENORME diferença entre um consultor, conselheiro, assessor que seja especializado em uma área, e um astrólogo.

Quem você acha mais qualificado para dar conselhos práticos a um governante?

Eles:

clip_image003

Ou este cara aqui?

clip_image004

Qual a perspectiva para a CIÊNCIA em um governo que acredita em astrologia?

“Ah, mas ele só estava brincando, é apenas um post de Facebook”

Deixa ver se entendi: Ao invés de usar as redes sociais para discutir propostas REAIS de campanha, projetos, idéias e soluções, o Haddad está fazendo gracinha? Por quê não vira vlogueiro logo? E daqueles sem camisa, seria perfeito, prefeito.

Notem, meu problema não é com a forma, mas com o conteúdo. Dá para brincar com coisa séria, não dá é para levar a sério uma brincadeira de mau gosto como astrologia. No mínimo é falta de respeito com quem está trabalhando pra eleger o Haddad. O Maluf, por exemplo…

Está claro que o Haddad não está nem aí pro estagiário que cuida das mídias sociais da campanha. Ninguém no PT aprendeu nada com as últimas eleições, quando todo mundo venceu fazendo o de sempre, tratando as redes sociais como um santinho, um panfleto, um comício onde é possível mentir à vontade.

Longe de se tornar uma plataforma de transparência e interação, as redes sociais se tornaram apenas mais um lugar onde políticos podem mentir para o povo e fazer promessas que não pretendem cumprir.

clip_image005


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Ih, Cardoso, aí dá muito pano pra manga. Substitua "astrologia" por qualquer outra crença idiota da Idade do Bronze e pronto: temos uma polêmica. Que o digam os candidatos a presidência fugindo do aborto pra ganhar voto evangélico…

  • leo

    o problema? vc mesmo disse: tem pessoas q acreditam nisso… Então elas pensam "ó, mas a astróloga disse, então vou votar nele". SeQUER pensam, questionam oq uma estrela tem a ver com a história toda e pior, sequer questionam a fonte… VAi no blog, no face de outro candidato não sério como esse cara ai q provavelmente haverá outra astróloga, cartomante, sei lá oq, falando q outro candidato irá ganhar… estamos voltando para o obscurantismo!

  • Gustavo

    Muito bom o texto!

    Só um detalhe: estamos no século 21 (embora não pareça)…

  • sabe de cor ascendente, descendente, signo cíclico e arcano quântico

    PQP, já enfiaram pseudoquanticidades em Astrologia.

    • Minha mãe tinha um livro que descrevia: Ascendente, Descendente, Meio de Céu, Fundo de Céu e alguns outros, sendo um deles uma espécie de anti-signo (Áries -> Libra, Touro -> Escorpião, etc.).

  • 1k2

    Antigamente um astrólogo predizia quando era a época das colheitas, quando o inverno ia surgir e até a escalada e decadência de reinos. Só que com o privilégio, vinha a responsabilidade: se errassem sofria as piores formas de morrer que um rei podia imaginar, e olha que eles eram bem sádicos. Em tempo, no zodíaco ainda tinha o Ofiúco, o caçador de cobras que acabou suprimido no mapa astral. E sem contar que as posições estelares mudou bastante nesses 6 mil anos de história escrita (levando em consideração que cada era é de 2150 anos e estamos entrando na de aquário…).

    • kenji

      "astrólogo", mas alguma utilidade ele tinha. com um astrolábio e um pouco de matemática ele não predizia, ele verificava quando seria a época das colheitas. ouso dizer que era um astrônomo de fato, mesmo com os parcos meios que tinha em mãos e a mente mais enevoada em tradições e costumes arbitrários do que teria hoje em dia.
      agora, se era torturado ou não, depende do inferno astral dele coincidir com as inspeções do rei sobre seus súditos…

  • Henrique

    Idade do bronze hehehehe

  • Como é típico de brasileiro querer votar em quem tem mais chances de vencer (pra não perder o voto), é natural o candidato mostrar que vai vencer. Não acho essa situação da astrologia menos ética que pesquisas de intenção de voto levemente manipuladas.

    • Concordo. O povão é Maria vai com as outras.

  • Parabéns pela sua página meu amigo. Que você conquiste muitos seguidores, pois o seu trabalho é muito bom. Também tenho um Blog, e se você puder visitar e divulgar, eu vou lhe agradecer muito. Sou da cidade de Cabo Frio-RJ e aquí também sofremos e muito com os mandos e desmandos da política, por culpa nossa mesmo. Um abraço.

  • LeoVesper

    Poxa, Dilma ainda não voltou ao Twitter não?

    Só quero ver a desculpa para justificar tamanho desdenho.

  • Tá russo, mano.

  • Sensacional o seu artigo. Fechado com "chave de ouro". O mais triste nisso tudo é que a grande maioria sequer se importa em analisar essas pequenas coisas e entender que aqueles que mentem na coisas mais banais mentem mais ainda nas complexas.

  • Um pouco de história:
    Por mais ridículo que possa parecer, (pelo menos eu acho ridículo) durante a segunda guerra mundial, os aliados tinham um departamento de astrologia, para saber quando atacar aos alemães.
    ***
    Comentou-se também (nos círculos aliados), que os alemães tinham um departamento de contra-astrologia, mas não há fontes confiáveis quanto a este último informe. Talvez não, porque perderam.
    E agora?
    Como dizia minha avó, nascida no século 19: Não acredito em bruxas, mas…
    Parabéns pelo post.
    VL&P