Trump provavelmente salvou várias vidas e por isso ele é um idiota.

Durante a Segunda Guerra algumas das decisões mais difíceis foram sobre quando não fazer nada. Várias vezes o Alto-Comando Aliado tinha todas as informações sobre operações alemães, mas deliberadamente não avisaram aos comandantes em campo. 

Comboios foram atacados, cidades bombardeadas, tropas sofreram emboscadas, com a cumplicidade dos generais. Mas não, eles não eram traidores a serviço de Hitler. Estavam pensando no Objetivo Maior.

Espionagem é uma excelente fonte de informação, mas o maior risco para um espião é ser bom demais. Em alguns casos, como o maior espião aliado, Garbo, foram movidos mundos e fundos para manter sua situação fictícia, um de seus agentes imaginários ganhou até obituário em jornal.

Em outros casos, quando o espião relata operações reais, é mais complicado. Se eu envio dez mensagens sobre ataques, nas dez ocasiões o inimigo aparece do nada, preparado, eu desconfio que minhas comunicações foram comprometidas.

Os Aliados montaram patrulhas em áreas onde já sabiam, via espionagem que havia submarinos alemães, e faziam de tudo para que os barcos vissem os aviões e tivessem tempo de avisar a base.

Em outros casos quando um espião estava muito bem-posicionado na hierarquia do inimigo, suas informações quase nunca eram usadas, com medo de comprometer a fonte.

Políticos são notoriamente ruins em guardar segredos, sempre foi complicado mesmo em tempo de paz para manter os bocas-soltas longe das fontes. Uma informação top secret em geral é sanitizada e anonimizada. Se uma informação sobre a Al Qaeda vem de um agente no Yemen, os relatórios para o Congresso citam uma rede de espionagem no Kwait, por exemplo. Satélites específicos não são mencionados, no máximo usa-se “meios eletrônicos”.

Mesmo assim muita informação vaza, e isso é ruim. Péssimo mesmo é quando vaza como fez o idiota do Donald Trump.

Algum tempo atrás, sem motivo aparente os EUA começaram a banir laptops nas cabines em vôos vindos de alguns países árabes. Agora resolveram ampliar isso para incluir celulares e tablets. Evidente que era por causa de terrorismo, mas a opinião geral é que não passava de mais uma medida exagerada criada por algum burocrata histérico.

 

Eis que Trump se reúne com o Ministro das Relações Exteriores da Rússia e pra se gabar, ou pra mostrar que é amigão aliado, explica que estão banindo notebooks porque descobriram que o ISIS está desenvolvendo bombas disfarçadas de baterias (Ou comprando Notes 7, dá no mesmo) e pretende explodir aviões.

Para piorar ele revelou inclusive a fonte da informação: Teria sido obtida por espiões israelenses.

Óbvio que como as conversas foram testemunhadas por um monte de gente, a coisa toda vazou na hora.

Ou seja: Trump (e essa é a interpretação mais otimista) querendo ajudar um país aliado a proteger seus cidadãos revelou detalhes de um plano terrorista. E com isso tornou de conhecimento público a existência de um espião de um terceiro país, infiltrado no grupo mais secreto de desenvolvimento de armas do ISIS.

Se os cabeças-de-toalha foram minimamente inteligentes, e eles são, vão fazer uma limpa interna até descobrir e executar o espião. Mudarão seus planos e ficarão um passo à frente das agências de inteligência. Infiltrar novos agentes será mais difícil, tudo por causa de um idiota que não entende a hora de ficar de boca fechada.

Alguém comentou que ao menos agora temos certeza de que não existem aliens, ou o Trump já teria contado pra tia do café. Em um lado mais sério, há relatos de que agências de inteligência dos EUA tinham avisado Israel para não compartilhar informações com a Casa Branca.

Pior: Legalmente o Presidente dos EUA não pode ser acusado de vazar informações, tudo que ele diz é automaticamente informação pública. O resultado será que as agências começarão a omitir informações, Trump tomará decisões com base em cenários incompletos, já que é incapaz de ficar de bico calado.

Isso estrategicamente é um desastre, há relatos de outros países discretamente boicotando os EUA de seu intercâmbio de inteligência, com medo de vazamentos. Um verdadeiro presente de Alá pro ISIS e pras 2347832409 facções de estapeando na Síria na Líbia e no Yemen.

 


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Togashi – Grão-mestre do hiato

    Isso me lembra aquelas reportagens do RJTV detalhando operações da PM nas comunidades, antes delas acontecerem…

    • Leonam Ramos Folí

      exatamente, sempre me pergunto, Oh GOD why?

    • Monstro Medieval

      Já me falaram que se você quiser tirar documento falso, falcatruas, é só ver esses jornais, eles ensinam tudo.
      Aqui no Brasil é fogo, lembra quando aquele sniper acertou um assaltante na Tijuca? Ao invés de manterem o cara escondido ele apareceu em jornais, Ana Maria Braga, Faustão, sei lá mais o que.

  • André Freitas

    E SE for uma ação que tem como objetivo gerar confusão e de alguma forma desestabilizar o ISIS? Seria dar muito crédito pro Trump né?

    • Ed. Blake

      Sim.

  • Alvaro Carneiro

    Trump pode ser tudo, menos idiota. Não defendo o cara, mas idiota/burro ele não é.

    Acho muito arriscado presumir que o cara fez uma idiotice deste porte – o que ele mexeu foi uma peça de um imenso tabuleiro.

    • Humberto Jorge

      Provavelmente a Rússia e vários outros países já sabiam, trataram a coisa como natural. Tão de tal a reação do Putin foi até rindo. Problema que a mídia americana não vai deixar o Trump mijar fora da bacia antes de postar.

      3 Notícia ignóbeis que foram mandadas esse ano

      1. Trump toma duas bolas de sorvete em vez de uma
      2. Trump come frango com garfo e faca
      3. Trump larga a mulher na Cerimônia de Posse.

      Por sinal, o negócio do Comey esfriou em 70% quando a FOX revelou que o FBI atuou na Campanha da Hillary.

      A política americana assim como a brasileira é divertimento garantido.

      P.S.: O pior de tudo que economicamente o governo dele começou muito melhor que o Obama e o Bush.

    • Marcelus

      cara, vc tem certeza que nós estamos falando do mesmo Trump? pois o que eu tomo conhecimento dele me leva a conclusão de que ele é um idiota completo, ter talento para os negócios requer apenas um tipo de inteligência específica mas não exige nenhum tipo de discernimento pois vc sempre pode com dinheiro comprar tanto informações quanto empregados mais habilitados do que os concorrentes portanto discrição se torna algo desnecessário

  • Eric

    Políticos tem o desejo de mostrar sempre que sabem muito e fazem cagadas do tipo. O boca de carneiro ferra um monte de pessoas pela vaidade.

  • Monstro Medieval

    “tudo por causa de um idiota que não entende a hora de ficar de boca fechada”
    E o pequeno detalhe de que esse idiota é o presidente do país!

    Lembrei de quando vc comentou dele acusando a CIA de vazar informações pra imprensa. Ele não se tocou do cargo que está ocupando, que tudo que ele fala é bem mais grave. Nem os presidentes mais toscos que conhecemos fizeram coisas assim.