Compre e baixe agora Do Tempo Em Que A Pipa Do Vovô Subia, meu novo livro gratuito

Nasceu, crianças! Depois de um indesculpável atraso meu novo livro saiu. Preparem seus talões de cheque, pois eu vos lhes usar, esse vai custar o dobro dos anteriores! Seguindo a sugestão de um leitor, fiz uma coletânea só de textos relacionados a guerras e conflitos, com histórias incríveis, emocionantes, assustadoras de coragem dedicação, insanidade e às vezes pura galhofa, como a favorita do Anjo da Cerveja. 

Eu sempre deixei claro que não gosto de livros de coletâneas, me parece patifaria cobrar por algo que já escrevi, mesmo dando de graça, então além dos textos já escritos, o Do Tempo Em Que A Pipa Do Vovô Subia virá com vários textos inéditos, que você não encontrará em nenhum lugar, até eu ficar com preguiça e reciclar aqui no blog ;)

A capa, como você deve ter reparado, está bem decente dessa vez. É uma colaboração do incrível Nick Ellis.

A pergunta que você quer fazer, eu respondo: O livro está disponível neste link aqui, junto com os outros, em todos formatos digitais conhecidos pelo Homem desde que sejam PDF, ePub, AZW3 ou Mobi. O preço como sempre será zero. Tudo que pedirei será sua atenção, sua divulgação e se achar merecido, sua doação. Se não puder colaborar com os três, basta a doação.

Agora com licença, textos não se escrevem sozinhos, e nem sempre posso fazer uma marmotagem como reciclar um post, igual fiz com este.

 


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias.

Prestigie essa liberdade, faça uma doação, ou melhor ainda, assine meu crowdfunding, torne-se um colaborador mensal e ajude a combater a mediocridade! Cada centavo diminui a chance de você me ver em uma banheira de Nutella!

Leia Também:

39 Comments

  1. Já terminei de ler aqui, está ótimo! Pode salvar e publicar!

  2. Poxa, o título me iludiu. Achei que já estivesse disponível na pré-venda :(

  3. Guilherme Araujo

    Parabéns por mais essa etapa Cardoso. Torço muito pelo sucesso cada vez maior do teu trabalho. Espero conseguir repassar o livro pra vários colegas!

  4. Não rola uma tiragem limitada paga com valores monetários?
    Ainda sou do livro físico… ainda mais um que eu queira deixar na biblioteca de casa para meu moleque um dia descobrir

    • Não, economicamente não compensa se fizer com editora, e se fosse produzir sozinho consumiria um tempo enorme. O único motivo pra fazer livro físico hoje em dia é ego.

      • Caso a pessoa queira muito, mas muito mesmo, existe o clube dos autores, mas fica relativamente caro para quem compra, ainda que vc não lucre.

        • Eu não lucro, os caras do tal clube lucram e o leitor paga caro. Pq eu assinaria com algo assim?

          • Acho que uma gráfica consegue imprimir com uma qualidade aceitável.
            Pra quem tem tara pode ser até uma ideia.

          • Aí é melhor ficar por conta de cada downloader mesmo!

            O único porém que vejo é que não dá para “rabiscar” uma tela e-ink com praticidade. Mas um dia a gente inventa…

      • Uma tia minha caiu nessa.

      • qualquer hora eu imprimo, faço uma dessas encadernações em espiral e te mando. ;)

      • E colocar numa amazon da vida com preço de 5 reais ?
        Muito trabalho ou cobram taxas altas ?

        • ElGloriosoRangerRojo™

          A Amazon tem um serviço que imprime os e-books sob demanda. Mas eles vêm dos EUA e definitivamente o preço não vale a pena…

    • Tiragem limitada a um único exemplar, datilografado, com dedicatória pra AEB.

  5. Há alguma desvantagem em deixar versão kindle disponível na Amazon? Mesmo de graça, ou por R$1,99?

    • nenhuma, estou pensando em fazer isso, mas é puro trabalho, o leitor que chega aqui tem o arquivo pronto, a Amazon seria mais uma etapa burocrática. Eu ACHO que farei isso dessa vez, se a preguiça não falar mais alto.

      • então Cardoso… sei que pode ser trabalhoso, mas na amazon, seu livro ficaria salvo na biblioteca, dessa forma era só mandar pro kindle e pronto, como eu faço aqui… dessa forma, e eu trocar o kindle (por um novo, ou o meu “morrer”) era só ligar o danado que ele sincroniza…

        não seria mais prático para nós que possuímos um?

        btw: como sempre, vc é foda nos seus textos, e com cerveja esse livro será fodastico :-)

  6. Felipe Vinhão

    Bom saber que você não tinha uma meta de preço, mas agora que você atingiu, vai poder dobrar!

  7. Islan Oliveira

    Queria uma versão física dos seus livros. :(

  8. Podia jurar que fiz uma sugestão parecida a muito tempo atrás, mas parece que o comentário foi pro limbo.

  9. Brace yourselves, unexpected expenses are coming.

  10. Opa, já mandei 5 Trudeaus antecipados.

  11. André Luis Dantas

    Cardoso, alguma outra forma de doação que não seja via PagSeguro? PayPal? O PagSeguro tem uma cisma desgraçada comigo, não funciona.

  12. Reinaldo Matos

    Quando será a noite de autógrafos do ebook?

  13. Anayran Pinheiro

    Cardoso, podia organizar uma mesa de bar para a galera que curte teu trabalho te encontrar e tirar uma foto, ou alguém levar uma cópia do e-book impressa pra tu assinar, hein? Hehehehe

  14. Magda Moreira

    Seu livro parece que tem muitas histórias para contar.Com certeza é uma bela obra que vale a pena ler.Parabéns por disponibilizar o livro gratuito.
    http://www.agendadosblogs.com.br/

  15. Faz que nem o Izzy Nobre. Manda um Kickstarter para rolar uma versão impressa. Vai que rola…

  16. Cadê?

    CADÊ?

  17. Cadê?

  18. ElGloriosoRangerRojo™

    Massa!

    Mês que vem sai mais uma doação em prol do Gin Tônica. :-)

  19. Carlos Ferreira

    Cardoso, Na página com os links de download dos livros o link para o ‘Calcinhas no espaço’ versão mobi na verdade está linkado é para ‘O buraco da Beatriz’.

  20. Francisco Bernardes

    Parabéns, Cardoso. Acompanho seu trabalho há um tempo e todos os seus livros são ótimos!

  21. Fiz uma pequena, mas simbólica doação, não é muito, talvez sirva pra tomar uma birita ou outra, mas de qualquer forma, aceite os agradecimentos deste jovem rapaz que o acompanha há pouco mais de um ano e adora os seus textos e o jeito como você os escreve.
    Obrigado por existir e compartilhar suas histórias/descobertas/devaneios e idéias conosco.

Comments are closed