Comprovado: Celulares podem explodir

bigbang.jpg
Em uma reviravolta dos fatos, nossa equipe investigativa comprovou o que você já imaginava: Seu celular pode explodir sim, mas os fabricantes escondem de sua vista essa informação. Veja depois do clique as provas irrefutáveis do poder explosivo desses dispositivos, bem como provas de que sua casa está cheia de bombas-relógio esperando para transformar seu lar em um inferno de destroços e chamas.

Agora que obtive sua atenção, vamos lá. Novas tecnologias (mesmo uma “nova tecnologia” dos anos 50) atraem arautos do apocalipse, gente que culpará todos os males da humanidade como oriundos desses equipamentos.

Com os celulares não é diferente. Afirmações de que estamos em um mar de ondas eletromagnéticas são descartadas, os míseros 10 miliwatts de um celular são mágicos, causam muito mais danos que a estação de rádio na esquina da minha rua, jogando 10 mil Watts no ar.

explosao.jpg
Explosão de celular, segundo a mídia

Agora surgiu a moda dos “telefones que explodem”. Pelas descrições temos equipamentos com alguns quilotons detonando bairros inteiros. Na prática o que se viu até hoje foi calor, com alguns casos do aparelho pegar fogo. Ou, mais precisamente, a bateria.

Um aparelho celular não tem nada que efetivamente pegue fogo. Não há um centelhador, não há capacitores químicos, alta voltagem, nada. O único ponto vulnerável na equação é a bateria, mas dizer que “a bateria pegou fogo” não vende jornal.

“Baterias não deveriam pegar fogo”

Concordo. Baterias só pegam fogo por defeito de fabricação ou acidentes, como curto-circuitar os terminais. Isso gera um superaquecimento da bateria. Não é culpa do fabricante, reações eletroquímicas geram calor, não há o que fazer, ninguém mais desrespeitar as Leis da Termodinâmica em nome da segurança.

Eu uma situação dessas, a energia não tem para onde ir, o circuito é ótimo, tecnicamente. Não há “trabalho”. A saída, respeitando mais uma vez a Termodinâmica, é essa energia se transformar em calor.

Uma bateria decente terá dispositivos de proteção e capacidade de resistir a um curto-acidental sem pegar fogo. As baterias xing-ling de R$10,00 que os “espertos” compram no Camelódromo e no StandCenter já não são tão seguras.

“Mas como ninguém nunca me avisou disso?”

Avisaram sim. Se você não presta atenção, ninguém pode fazer nada. Veja o que diz uma bateria normal de celular:

baterias2.jpg

Isso mesmo, pode explodir se danificada ou jogada no fogo. Duvida? Clique na imagem abaixo, para ampliar…

baterias.jpg
Nada demais, uma BL-5C padrão da Nokia. Como milhões que existem por aí. SIM! milhões de baterias de celular, prontas pra explodir ao menor acidente! ou não?
Na verdade não. A possibilidade de uma bateria decente explodir é tão pequena quanto a possibilidade de um celular soltar uma faísca e explodir um posto de gasolina. O alarmismo em torno dos celulares é tão grande para as baterias quanto para os postos, o anúncio colocado nos postos exigindo que se desligue o celular depõe contra o conhecimento científico de nossa classe dirigente, apenas.
Duvido que algum deles entenda o conceito de “Motor a explosão”.
Pela presença dos avisos nas baterias, fica claro que o lobby dos paranóicos é mundial. Afinal, ninguém pede avisos de perigo iminente em botijão de gás, garrafa de álcool, conhaque, vodca ou fornos de microondas. E todas essas coisas podem explodir. Chuveiros elétricos também. Você acha seguro carregar 70 litros de líquido altamente inflamável a 80Km/h a menos de 20cm do chão? Pois é, seu carro faz exatamente isso.
Curiosamente carros não vêm com aviso de que podem explodir, mesmo com Hollywood nos catequisando da flamabilidade dos automóveis.
“Mas os celulares são especialmente malvados, certo?”

Da mesma forma que a radiação eletromagnética dos celulares é diferente de todo o resto das ondas de rádio do planeta, pelo visto as baterias também são. Afinal, ninguém reclama de controles remotos, lanternas, palms, walkmans, CD Players, máquinas fotográficas ou vibradores explodindo, reclama?

Pois deveria. Veja o que diz uma pilha comum:

baterias3.jpg
Clique para ampliar

Isso mesmo… também pode explodir. E nem é por ser alcalina, veja uma amarelinha comum:

baterias5.jpg

Isso, “As pilhas poderão explodir”.

Não vou disputar no caso dos vibradores, mas a quantiade de radinhos de pilha é muito maior do que a de celulares. Quem já ouviu falar de uma pilha explodindo nessas circunstâncias?

Dessa forma, há uma chance ínfima de você dar azar e ver seu telefone em chamas. Mais fácil ganhar na Sena.

Seguindo os passos abaixo, você estará perto de zero de ver seu Celular ou seus gadgets à pilha explodindo:

  1. Nunca compre baterias ou pilhas falsificadas
  2. Nunca feche o circuito entre os terminais da bateria.
  3. Não molhe sua bateria. Irá produzir o número 2, mais Hidrogênio.

As dicas valem para pilhas também. Aliás, tudo vale para as pilhas inclusive a prova de que é tudo uma grande paranóia injustificada. Mas se mesmo assim você está pensando duas vezes em usar seu celular por causa dessas noticias, faça um favor a nós dois; Jogue na Sena.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Excelente! Mas sobre o fato das radiação dos celulares (miliwatts) não causarem danos (no longo prazo)…vale aquela máxima:

    Eu não creio em bruxas, mas que leas existem, existem ;-)

  • jafar

    So os raios X que a sua TV e seu monitor de computador emitem até hoje não te transformaram num mutante super-herói, pode ficar tranqüilo com os miliwatts.

  • Alguém

    Só faltou mais seriedade pra explicar como as coisas realmente acontecem. De resto, tá tudo certinho!

  • MC

    Meu motorola já é uma bomba!

    Sério, uma vez estava queimando o lixo de uma arrumação, não vi que tinha uma pilha no meio. Explodiu mesmo. Baita susto.

  • Hehehehe… muito bom o texto… realmente hilariante :] eu nunca tinha parado pra pensar que um motor a explosão era menos perigoso que um telefone celular… boa mesmo! ;]

    Só merece uma corrigida no final do primeiro paragrafo e no início do segundo no subtítulo "Baterias não deveriam pegar fogo"

  • Krull

    bom… sabe aquilo das baterias?…
    http://www.lauranews.com/not_mta.asp?nID=16453

  • Marcos

    O problema é que a incidencia de explosões de baterias de celulares é grande… E em todos os casos que tenho conhecmento a bateria era original…

    Fazer o que?

  • Daniel

    Cara valeu tu esta tirando esta paranoia dos caras, qualquer coisa que inventao ja vira mito e é perigoso. Parabéns

  • Oswalney

    Meu celular Nokia 6111 com 20 dias de uso nao explodiu, mas trincou o visor interno. Assustou inclusive um funcionario da empresa em que trabalho no momento. Estava em cima de uma mesa enquanto eu trabalhava no computador… A nokia alega ser mal-uso… agora os celulares lancados so servem mesmo para quadro de parede e nao mais para falar!

  • Danilo

    Muito interessante o texto e lembro de mais um tipo de acumulador de energia que pode explodir: baterias de carro, eu inclusive já presenciei a explosão de uma. Ah e lembrando ainda que o risco de um celular explodir um posto de combustível eh menor do que quando se dá a partida no automóvel, já que o risco de formação de faíscas em terminais do sistema de partida é maior.

  • Edson Augusto da Sil

    A bateria de meu telefone fixo móvel da embratel está muito inchada, pois o aparelho esquenta quando em ligações, estou com medo do mesmo explodir o que vocês acham?
    MARCA DO APARELHO: HUAWEI 1 ano e meio de uso.

  • Sieg

    Isso eh exagero

  • Mas me parece que uma vez (no fantástico) havia um quadro em que uma dupla nerd tentava reproduzir certos mitos como o de celular tocando em posto de combustível e sem sucesso em explosões ou incêndios. Um supervisor da Ipiranga de Goiás (Cléber) nos disse em uma palestra que isso não passava de lendas da internet da década de 90, criadas para amedrontar as pessoas já que o crescimento do número de postos de combustíveis e linhas de celulares vinha crescendo em disparada. Existe base científica para isso?

  • Renato

    Ruim o texto hein tem que praticar mais

  • Thiago SM

    Bem, meu celular pegou fogo ontem ao chegar do trabalho, agora só quero saber se os gazes provocados por ele são cancerígenos ou não, pois a casa toda ficou cheia desses gazes… PRECISO DE AJUDA URGENTEMENTE!!!

  • Thiago Monteiro