Credibilidade em excesso faz mal

Hoje o Alberto perguntou se eu tinha virado sócio do MrManson, por causa desta “notícia” aqui. Notem que não apaguei seu comentário, não há necessidade. Ninguém leria mesmo, vão todos direto pro formulário, expressar sua indignação.

Pombas, gente. Na boa. Senso crítico. Sério. É importante. Por mais que você goste de um autor, seja ele blogueiro, jornalista, colunista ou escritor, leia com critério. Um texto bem escrito não é sinônimo de um texto verdadeiro. Capacidade de expressar suas idéias, capacidade de convencimento não é determinador de caráter, como um certo austríaco baixinho de bigode deixou bem claro, uns 70 anos atrás.

contraditorium-pinoquio.jpg

Gregory House, o médico mais odiado pela mediocridade vigente, diz com critério: “Todo mundo mente”. É verdade. Até eu minto. Exceto sobre alguns assuntos, claro. Não aqui, mas no www.carloscardoso.com com certeza. OK, as melhores histórias são as verdadeiras, mas qual a diferença entre uma observação exagerada e claramente inventada e uma mentira? muitas observações claramente falsas são tomadas como verdadeiras, por alguns leitores. Nesse momento eu estou mentindo para o leitor, mesmo involuntariamente.

Quando são paraquedistas tudo bem, mas o fenômeno que tenho visto é perturbador. Leitores muito mais inteligentes do que eu, tanto que nem vou colocar link aqui, acreditando sem questionar. É gente que várias vezes escreveu posts primorosos com pequenas porém elucidativas investigações, exatamente o que fariam se vissem a “notícia” em outro site.

Eu não quero que ninguém se acomode, não quero ninguém tomando minhas palavras como Lei. Quero ser questionado, quero que todo mundo concorde comigo apenas e somente uma profunda reflexão (que, obviamente levará toda pessoa razoável a reconhecer a superioridade de meu argumento, mas o importante é que reflitam).

Do mesmo jeito que não quero ter que colocar tags <ironia> </ironia> no final do parágrafo acima, não quero ser obrigado a mudar meu estilo de escrever com medo de ser mal-entendido. Se essa é uma consequência da tal popularidade, eu não quero. A Regina Duarte já me disse uma vez que pela Teoria da Comunicação se a mensagem não é entendida, a culpa é do Emissor. Eu discordo.

A mensagem, na Internet, é de responsabilidade de todos. Não estamos falando mais de estruturas monolíticas como jornais, onde o Repórter escreve, o Leitor lê, e mesmo que o leitor discorde, sua única fonte de informação muitas vezes é o próprio jornal, e este jamais dará a uma mensagem de correção, como uma carta, o mesmo destaque que deu ao texto original.

Um blog é uma ferramenta maravilhosa pois segundos após algo ser publicado, os leitores podem se manifestar. No mesmo espaço da notícia original, ao alcance de todos os outros leitores. Basta que uma notícia inverídica, falsa ou honestamente errada seja pesquisada, responsavelmente contestada pelo leitor, e tudo fica esclarecido. SE o blog aceitar comentários e tiver a grandeza de reconhecer que errou. Como eu. No dia que cometer algum erro PROMETO que corrigirei imediatamente. (não preciso das tags nesta também, né?)

Agora, se o leitor passa a confiar cegamente, não usa o Google ou qualquer outra ferramenta para pesquisar antes de tomar uma atitude ou formar uma opinião sobre um “fato” apresentado, os blogs, a Internet, perdem sua razão de ser. Viramos veículos tradicionais, e aí é melhor seguir a sugestão do Elton John, e fecharmos a Internet.

contraditorium-capitaoplaneta.jpg

Leitor: Não deixe que fechem a Internet. Mantenha-se atento, questionador e vigilante. Blogueiros também erram, alguns até de propósito. Não confundam opiniões com fatos. O blogueiro pode ser dono das opiniões, mas os fatos são de todos. Use-os bem. O poder não é do blogueiro. O poder é de vocês!


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Eu agradeço. É tudo que eu peço. Credibilidade deve ser, no máximo, dar ao blogueiro o benefício da dúvida.

  • Eu já tinha lido o post do Mr. Manson (assino o feeds), mas só quando saiu o seu resolvi fazer um post também (fiz até um trackback).

    O meu texto é totalmente sacana, mas mesmo assim preferi colocar isso no fim do post, pois infelizmente a galera ainda acha que essas coisas são sérias e fazem comentários sérios a respeito.

    E no meu post eu deixei um link como se o que vc tivesse escrito foi "sério", assim mesmo, com aspas. Será que alguém vai entender?

    O único lugar que eu acho que errei foi por não ter citado o cocadaboa, afinal eu tinha lido lá primeiro…

  • Jura que alguém acreditou nessa história do Manson?

    Eu não sei se eu lamento pela incapacidade das pessoas de identificarem coisas desse tipo ou pela necessidade que o alguns dos tais blogueiros famosos possuem de testarem a sua influência sobre as pessoas.

  • É Cardoso… eu mesmo fui um que só depois de ter comentado fui ler o link do site do Felipe onde ele mesmo já falava do Manson…
    Não volto atrás com o que disse no meu comentário lá, até porque minha opinião no que eu disse continua. Mas é bem verdade o que você disse, muitos (como eu) nem lerão o comentário do Alberto e já passarão direto ao formulário. Confesso que cheguei a me sentir uma salsinha, mas se herrar é umano que eu não cometa mais o mesmo engano de confiar em você seu safado!! hehehe
    Um abraço!

  • Por isso que eu só comento quando leio o texto e todos os comentários… e ainda passo alguns dias com o RSS dos comentários do post assinado!
    Mas Cardoso… Veja O homem que nunca broxou de chifre! haha
    http://qicoisa.blogspot.com/2007/08/o-homem-que-nunca-broxou-de-chifre.html

    Abraço! Parabéns pelo Trabalho!

  • gvsouza

    Como dito por voce Cardoso, apesar de todo poder que a internet dispõe, muitas pessoas não estão preparadas para ela, porque viemos de algo onde "sua única fonte de informação muitas vezes é o próprio jornal", e que a responsabilidade que este carrega em divulgar noticias iveridicas, a mesma associação fazemos com os blogs, digo associamos pq antes de ler este post nem fui atras de ver se o link do post era verdadeiro, e que realmente devemos ressucitar algo que parece morto a curiosidade e a indagação.

  • Oi Cardoso, eu já estou usando um Disclaimer: “este texto contém ironia.”
    Não quero suscitar dúvidas. Entende, né?
    Beijinhos.

  • Ah! Meu caro Bruno, lamente os dois, pois os dois acontecem não tenha dúvidas!!!

  • Trackback manual:

    Contraditório Nada, O Cardoso é um Irresponsável Sem Noção

    Muito à propósito, levando em conta alguns comentários deste post. ;)

  • Addam Lucas

    Conclusão: mesmo não sendo uma, todos temos o nosso “momento salsinha”.

    Fiquemos, pois, mais atentos! ;-)

  • Exato. Blogueiros famosos podem influenciar sua opinião, desde que seja a SUA opinião, e não a deles, apenas porque são blogueiros famosos.

  • Thomasbs

    Trata-se mesmo de testar sua influência sobre as pessoas? Para mim parece ser mais (e muito mais engraçado) testar sua influência sobre a mídia tradicional, desmoralizando-a, isso sim é que é engraçado, chega a ser irônico…

  • Notícia sem link da fonte?
    Apenas com uma imagem? (photoshop tá aí)

    Confesso que na primeira vez que ví o post do Mr.Manson, fiquei com dúvida, procurei no feed e não achei link de fonte, acessei o site e nada.

    Quando foi publicada no carloscardoso, com uma Screenshot, e também sem link… ai não deu mais pra ter dúvida.

    O detalhe do dia 25 ser uma quinta e não um sábado, me passou em branco, ainda não tenho tanta atenção aos detalhes.

    Interessante vai ser como essa notícia vai se espalhar…

  • Thomas, o Manson está mirando na mídia tradicional, eu estou mirando nessa credibilidade excessiva que os leitores atribuem a tudo que é familiar.

    A mídia não checa as fontes por preguiça, os leitores por excesso de confiança. Ambos são comportamentos prejudiciais.

  • Dani

    Sou blogueira iniciante e este post, e seus consequentes comentários, acionaram uma "anteninha" importante pra manter a credibilidade do meu blog: estar atenta, pensar antes de comentar, verificar fontes, manter a educação e saber qual é realmente a minha opinião. Valeu!

  • Ironia é lekal …

  • OK, então eu mudo: "Se não gostar, problema seu. Fique quieto e sofra calado"

    Melhora? Acho que não. Prefiro passar a idéia de que se alguém não concorda com as regras de um determinado blog tem toda a possibilidade de montar seu próprio blog e expressar suas idéias.

    Isso é ser autoritário?

  • ué, eu nem tinha notado, tinha lido e entendido a crítica.
    Entendi aquele post mais como uma sátira e não como um hoax.

  • gvsouza

    Já a credibilidade é outro ponto que se formos pegar como exemplo a materia do jornal nacional sobre os travestis http://www.carloscardoso.com/2007/07/06/e-a-globo-passou-a-faca-nos-travestis/ não deixei de ter credibilidade pq ela omitiu que eles estavam com travestis, pq eles não MENTIRAM, agora um blog que entro religiosamente conta uma mentira e descubro que é uma mentira e que esta foi realizada intencionalmente para ter mais visistas ao site, concerteza devemos é na verdade nunca mais ver este site.

  • FIcou melhor mesmo.

  • Jonathan

    “SE o blog aceitar comentários e tiver a grandeza de reconhecer que errou. Como eu.”

    Realmente todos mentimos Cardoso, você mesmo mentiu nesta sua mensagem. Volta e meia o MeioBit passa a “foice” nos comentários, basta você ou outro editor não gostar. Você vai negar, lógico, tudo bem. No entanto, do que adianta então criticar se há censura em muitos dos blogs? Várias coisas tem potencial para serem maravilhosas, mas não é o que acontece. Como diria um amigo meu “ser humano é uma bosta.”

    “O poder não é do blogueiro. O poder é de vocês!”

    Maravilhoso, se fosse sempre verdade.

  • Jonathan, liberdade implica em responsabilidade. Eu aceito comentários, mesmo os que eu não gosto. O que não aceito são comentários que fogem às regras, que você pôde ler quando escreveu o seu comentário.

    Eu passo a foice sem dó nem piedade. Não ganho pra ser chamado de filho da puta. Se eu for na sua casa e passar a mão na sua mãe, aquela potranca, você não vai gostar e vai me expulsar. Se você entrar na igreja de sunga, será expulso. Se você ficar conversando na sala de aula, vão mandar calar a boca.

    Seja civilizado e você nunca será censurado, expulso ou moderado de onde quer que seja. Ache que é tudo anarquia, e teremos o prazer de bani-lo de nossos blogs.

    Lembre-se. Isso aqui NÃO é uma democracia. Comentar é um privilégio, não um direito.

    Se você não gosta, monte seu próprio blog. Se ISSO não é poder suficiente, que mais você quer?

  • Fran: Eu gostei de como você condensou meus dois comentários anteriores.

  • Nospheratt,
    Só achei que ele poderia ser mais "Pintor" e ao contrario de você vejo problemas quando se é um exemplo!

  • Popularidade num mundo virtual rs…
    quem diria rs…

  • Acho que ninguem é obrigado a ler qualquer coisa. Lemos por necessidade de informação, mas não podemos esquecer de está atento ao que ela pode gerar.
    Cardoso pode ser o pior dos irresponsáveis (ele tem o preço dele à pagar), assim como nós que acreditamos em qualquer besteira e julgamos ter a verdade.
    Cardoso, moderar comentários é importante, mas achei um pouco autoritário em sua expressão:
    “Se você não gosta, monte seu próprio blog. Se ISSO não é poder suficiente, que mais você quer?”

  • Jonathan, liberdade implica em responsabilidade. Eu aceito comentários, mesmo os que eu não gosto. O que não aceito são comentários que fogem às regras, que você pôde ler quando escreveu o seu comentário.

    Eu passo a foice sem dó nem piedade. Não ganho pra ser chamado de filho da puta. Se eu for na sua casa e passar a mão na sua mãe, aquela potranca, você não vai gostar e vai me expulsar. Se você entrar na igreja de sunga, será expulso. Se você ficar conversando na sala de aula, vão mandar calar a boca.

    Seja civilizado e você nunca será censurado, expulso ou moderado de onde quer que seja. Ache que é tudo anarquia, e teremos o prazer de bani-lo de nossos blogs.

    Lembre-se. Isso aqui NÃO é uma democracia. Comentar é um privilégio, não um direito.

    Se alguém não concorda com as regras de um determinado blog tem toda a possibilidade de montar seu próprio blog e expressar suas idéias.


    Assim ficaria melhor!

  • Qual o sentimento do “Ficou melhor mesmo” ???
    haha… rapaz tá deixando-me com pé atrás!!!
    Espero que não seja mais uma de suas ironias (não sinalizadas)!

  • Não entendi qual é o problema de ser autoritário em seu próprio espaço (se bem que, estou num dia de salsinha). Enfim, Carlos, o seu jeito ficou melhor porque tem verniz. O Cardoso foi bem mais direto. Cada jeito tem seu mérito e sua adequação.

  • Nospheratt (

  • Fran, todos somos pintores, mas cada um tem seu estilo. Você não pinta como eu pinto.

  • Carlos

    Carlos Fran,

    Você é Gay?
    Ou será que o “Fran” do seu nome te deixou com um lado feminino mais aflorado?

    haha. Tenho a leve impressão de que “passarão a foice” nesse comentário…apesar dele não possuir palavrões desnecessários, não ser ofensivo e nem discriminatório!

  • Luis Santos

    Aloha Chefe!

    Nem li os comentários.
    Mas como escrevi por lá, gostaria de repetir aqui.

    Muito obrigado.
    À Nospheratt, pelo que escreveu.
    Ao CC, por ter levantado a lebre.
    Ao Felipe, pelo imbroglio.

    Eu tento isto em sala de aula.
    Verificar informações.
    Manter seu próprio raciocínio e senso crítico.

    Obrigado a vocês.

    Aloha!

  • Você é um cachorro mesmo!!! kkkkkkkkkkk
    Nem quero Cardoso, prefiro pintar com meu pinto!!!
    kkkkkkkkkkkk

  • A quem interessar possa, o comentário de “carlos” aí em cima foi enviado pelo próprio Fran, que acredita MESMO que eu nasci ontem e não sei identificar o IP do remetente. Tolinho.

  • kkkkkkkkkkk
    pow… Que isso!!!
    Cardoso, brincadeira sem graça!!! O que está tentando fazer?!
    Fran não é de Francisco, e nem me deixou com o lado feminino mais aflorado!

  • O que seriam dos virais sem os “maus” leitores.

    Belo tapa de luva! Belo.

  • (em resposta)

    Por essas e outras que eu tenho sempre um Pepsamar na bolsa! :)

    Abraço!

  • Pingback: Megalopolis » Eu também caí na pegadinha do Cardoso()

  • Muito bom post, é a verdade, as vezes a ignorancia assola o mundo dos blogs, o passivismo, nada no mundo é 100% confiavel, devemos partir desse principio, e indo por ai, até mesmo a intençao do autor deste blog com um post deste da pra ser questionada correto? :D

  • Olá Cardoso, este é o meu primeiro comentário em seu blog e achei muito interessante o modo de como as pessoas se relacionam com seus artigos. Sobre ter credibilidade em excesso, não vejo nenhum problema, é bom depositar nossa confiança quando a pessoa se compromete em ser leal, errar é humano e mentir também.

    Não deixe de entrar em http://www.espanholpod.com.br, o espanhol on line com podcast,mp3.

  • Cardoso, saiu agora!
    Telefônica interrompe serviço de banda larga no país.
    http://saladadigital.wordpress.com/2007/08/03/telefonica-interrompe-servico-de-banda-larga-no-pais/

  • Pingback: Sergio Blog 2.3()

  • Alexandre

    Então o Cardoso ficou mesmo preocupado com a idéia de Elton John.
    Até deixou uma nota aos seus leitores em apelo contra o fechamento da WWW.
    Muito bom, meu caro. Muito bom!

  • Pingback: “Telefônica processa blogueiro por calúnia” : CA’BIANCA - Marketing()

  • Alexandre

    A RegExp de gerenciamento desses comentários está com falhas, hein?
    Só colocar um www(ponto) que já entende por link!
    Esses programadores amadores…

  • É, fudeu… também sou um semi-salsinha, hehehe. Só fui perceber o teste (?) quando li os comentários.

    Valeu pelo cutucão (epa!), Cardoso. De agora em diante, não acredito em ninguém. Aliás, vou me trancar num quarto, é mais seguro!

    Mas… Será que posso acreditar em mim mesmo? Cardoso, me esclareça essa dúvida!?

    hehehe abs,

  • Pingback: Apagão da internet! Mais um pra lista… « Far beyond Sanity()

  • Ah Cardoso, ler o texto completo já é difícil, ler o texto completo e ainda interpretá-lo é demais…
    Este texto é a mesma coisa que contar a piada e ter que explicar!
    Abraço

  • Neto,
    Essa pra mim é a marca dos textos do Cardoso!
    Acho interessante e super inteligente!
    Mas imagina você ler o texto, interpretar e ainda se possivel ter que ler mais de 40 comentários… hahaha

  • Jonathan

    "Seja civilizado e você nunca será censurado, expulso ou moderado de onde quer que seja."

    Não falei que você deve aceitar comentários ofensivos, o ponto é que mesmo comentários civilizados correm o risco de censura, neste método não-democrático, autoritário, ou qualquer nome que goste de usar.

    "Comentar é um privilégio, não um direito."

    Ainda bem que o poder é nosso, né Cardoso? :) Aliás…

    "O poder não é do blogueiro. O poder é de vocês!"

    Bem, relendo o parágrafo todo agora, onde esta frase estava inserida, e depois do seu discurso da sunga (a propósito, obrigado por ser tão didático), não entendi direito onde estaria o nosso poder neste blog.

    "Se ISSO não é poder suficiente, que mais você quer?"

    Meu prazer é desmentir bloguistas nos comentários :) O que eu gostaria de ver era os próprios leitores decidirem isto no blog, afinal, é eles que movimentam os blogs, e este sistema faz bem mais sentido do que deixar este julgamento na mão de meia-dúzia. Mas seu blog não é uma democracia.

  • Jonathan

    A propósito, seria bom arrumar esta formatação dos comentários: eu pulo uma linha a cada citação ou parágrafo na hora de escrever, mas na página aparece tudo junto, ignorando as linhas que pulei. Fica ruim de ler assim.

  • Pois é. Que pena, né?

    A sua casa também não é uma democracia. E aí?

  • "A sua casa também não é uma democracia. E aí?"

    Cardoso, Como você sabe? Se conhecem???
    hahuau… tô gostando…
    Responde aí… mata a minha curiosidade! rs rs rs

    Jonathan cria teu blog, se a qualidade dos teus textos for metade da qualidade dos teus comentários, terá pelo menos um leitor – não muito ativo, mas terá!

    Abraço à todos, Ótima semana!

  • Hei, companheiros!! Viva la revolución!!! Levantem suas bandeiras, vamos derrubar o Cardoso e seu sistema imperialista opressor!!!

    Tenho que concordar em partes com o Jonathan, esse seu papo de Capitão Planeta não cola… mas o blogueiro faz o que quer de seu blog.

  • Como de costume o texto ficou muito bem escrito, e eu quase que caio, tirei de lado na última :)

    O nome da autora do texto no screenshot, "Valéria del Cueto", acendeu a luz vermelha e me fez prestar mais atenção.

  • Alarme falso, ela existe e é jornalista mesmo.

  • Joguei o sapato no cachorro e acertei no gato :p

  • Pingback: Confiabilidade? « Far beyond Sanity()

  • Pingback: blosque.com | Contraditório Nada, O Cardoso é um Irresponsável Sem Noção()

  • Pingback: Contraditório Nada, O Cardoso é um Irresponsável Sem Noção()