A sorte do Limdemberg foi amar demais…

Quando não tem desilusão amorosa o GATE manda bem.

Imagine a Luciana Vendramini chegando pra você (você não, pra mim, a analogia é minha) em um bar dizendo que recebeu um telefonema do Oliver Stone dizendo que adora seus (ok, meus, vou mudar a pessoa) textos e que seria ótimo para ela manter um relacionamento comigo.

É CLARO que vou achar isso MUITO mal-contado, não vou acreditar em uma palavra, mas defenderei a versão até a morte.

Foi o que aconteceu no Guarujá, no finalzinho de Julho deste ano.

Um vagabundo tentou assaltar uma turista, fez a moça de refém quando viu polícia por perto. Foram 4 horas de impasse na praia. Então a polícia pediu pras equipes de reportagem desligarem as câmeras.

Em seguida ouviu-se um tiro.

TODOS os envolvidos afirmam que o sujeito se matou.

A refém diz que ele falava em se matar o tempo todo, o comandante da PM também, e os próprios jornalistas estão vendendo a mesma história.

Você acredita? Nem eu, nem por um segundo. Mas, do mesmo jeito que o caso da Luciana Vendramini ali de cima, QUEM SE IMPORTA?

A refém saiu absolutamente ilesa, nenhum policial foi ferido, apesar do sujeito ter feito 3 disparos em direção aos soldados. No meu livro, missão cumprida, parabéns aos envolvidos e se algum dos policiais de serviço no dia aparecer em um #NOB, o chopp é por minha conta.

Reportagem completa aqui:

 

Agradecimentos ao Rodrigo pela dica do vídeo.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Kid

    Ahahaha, sensacional isso. A polícia pede pra geral desligar as câmeras, e veja só, logo em seguida o problema se resolve sozinho! Mas que ótimo!

    • Orlando

      Eu acho que quem ama,realmente não mata,é incapaz de cometer esse ato,o amor é o fruto da bondade,e quem ama só quer ver a felicidade,na pessoa amada,Quanto,as pessoas depois do fato acontecido,arrumar desculpas,e dizer o que teria feito,ou teria que fazer,isso não conserta nada,e segue querendo arrrumar desculpas de um ato transloucado,cometido por pessoas insana,querendo ter um argumento infantil,pensando que a sociedade,perdoa erros cometidos por orgulho própio.

  • Quem se importa? [2]

  • Ah, então, ao dizer que ela confirmou o que a polícia diz, eles querem dizer que se ela tivesse matado o meguinho, seria presa? Se isso acontecesse, minha revolta seria maior do que se ele tivesse a matado.

  • Alguém aí viu a entrevista com a mãe da tal da Eloá?! Passou na Record, notável a expressão de "cagando e andando" dela enquanto dizia que estava com problemas psicológicos e por isso quer ser indenizada. Agora me responde, indenizada pelo que se ela mesma alegou que a polícia agiu bem?!

    Ah ! E tem aquela última notícia: O TAL DO LINDBERG ERA PARCEIRO DO SAFADO DO PAI DA ELOÁ EM UMA QUADRILHA DE SÃO PAULO!

    Mas pra tv continua sendo um rapaz trabalhador e inocente…

    Abraços!

    • Ela perdoou o cidadão. Então não precisa de indenização do estado!
      Como o próprio Cardoso disse "manda soltar o deliquente"

    • sebastiao neto

      mas teve mesmo essa entrevista? Quem queria idenização era a mãe da nayara. e no final descobriu-se que o advogado, chamado pela Record pra ajudar, era quem pedia a idenização e que ele foi demitido por isso.

      fonte: http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid264662,0

  • Eu ainda prefiro quando se resolve assim: http://www.youtube.com/watch?v=DE9mgM_O0Ls

    A policia mata e simplesmente diz que matou para preservar a vítima (refém), até porque "bandido bom é bandido morto".

  • Por que o mundo não pode ser lindo e maravilhoso e fazer isso mais vezes?

  • “bandido bom é bandido morto”.[2]

  • Vi em algum lugar uma imagem que mostra um ponto vermelho de laser bem no meio dos olhos do cara, acho que era o atirador ajustando a mira…

  • Já o BOPE Mata a cobra (epa!) e mostra o pau (opa!)
    http://www.youtube.com/watch?v=DE9mgM_O0Ls&NR
    Achei sensacional:

    "Foi necessário tomar uma atitude." – Antonio Cerqueira, Comandante da PM-DF

  • E vejam só… de onde era a refém? De Santo André, ABC paulista… :P

  • iunes

    eu acredito q ele se matou! 8D [?]

  • O que aconteceu no Guarujá foi muito lindo. Mais um marginal que sentiu o doce prazer de levar um tiro bem no meio das fuças. Era o que deviam ter feito com o Lindemberg logo no primeiro dia.
    O único direito que um bandido tem é o direito de ter uma missa de sétimo dia e olhe lá!

  • Rodrigo

    A verdade é uma só, "cachorro picado por cobra tem medo de lingüiça"; a atitude passiva e meio acovardada da PM no caso de Santo André é reflexo de anos de pedradas por parte da imprensa, do padre Julio Lancelotti, dos ongueiros de plantão da Human Rights Watch, do relatórios da OEA e ONU condenando a brutalidade policial, etc.

    Nenhum comandante está disposto a correr o risco de se linchado pela mídia, caso ocorra um desfecho menos favorável ao criminoso. Para que se indispor com a minoria barulhenta? Melhor não correr riscos.

    Não defendo a impunidade nem dou carta branca para o polícia, mas temos que ter consciência que aqui é o Brasil, não a Suíça ou algum país escandinavo. A realidade mostra que os bandidos são cruéis, muitas vezes não basta roubar, eles querem barbarizar a vítima.

    Todo mundo elogia a polícia neste caso de Guarujá, mas e o suporte legal? O policial que apertar o gatilho tem segurança jurídica? Não vai ser indiciado pela Polícia Civil ou Ministério Público? Vai ser constrangido e afastado da função por seis meses? No lugar dele o que você faria, se arriscaria agindo ou ficaria na segurança da negociação e dos métodos "não-letais?

    • O problema é que, de acordo com o artigo, existem centenas de testemunhas que comprovam que o bandido "se matou".

      Ps. Eu tava lá, eu vi. Ele se matou mesmo ;D

  • Leandro

    Sente só!

    http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI…

    Até que demorou muito,não acha?

  • Nil

    Bacana…Apenas um detalhe, escreveste "Limdemberg" no título.Desculpe se foi a propósito..

  • Nil

    (Leandro) É Brasil, o cara mata uma fere outra e ainda vão la ficar passando a mão da cabeça dele, como se fosse uma ovelhinha.Tadinho será que não merecia nem um tapinha na cara ?
    Na China parece que é diferente.. http://bobagento.com/como-se-resolve-um-sequestro

  • O pior de tudo é que realmente ele se suicidou.Sou de Santos e tive conhecidos que presenciaram o fato. O maximo que posso dizer é que, nem todas as câmeras estavam desligadas…

  • Realmente, MUITO suspeito. Mas, enfim: WHO CARES?????

  • Rosana

    Amar uma ova…

    Ele é um retardado…

    ninguém ama dese jeito…

  • Orlando

    É não se pode negar,atos transloucados,cometidos por pessoas,que tratam o ser humano como se fossem,simples bonecos,que se pode destruir num piscar de ólhos.

    Hoje vivemos em uma sociedade,que ninguem se importa com o seu semelhante,familias acham que educação é dever da escola,mas isso é o fato mais atordoante que pode existir.

    Um povo em que a educação começa em seu lar,e a escola completa,será um povo com temor a DEus,e a sociedade,um povo culto.

    E passoa culta dificilmente comete atos barbaros como esses casos que nós vemos todos os dias,isso realmente éfalta de um povo culto.

  • “bandido bom é bandido morto”. [3]