Os blogueiros mais patéticos do mundo

Qualquer mesa de bar irá gerar uma lista bem consistente de blogueiros dignos de pena, mas desta vez a blogosfera brasileira inteira, miguxas inclusas, está de fora.

Encontrei o grupo mais patético, digno de pena e ridículo de toda a blogosfera mundial.

São os organizadores da “BlogWorld and New Media Expo”, um evento em Novembro que reunirá blogueiros, podcasteiros, vloggers, jornalistas, indústria, etc. A proposta é muito interessante, mas a organização deu um show de mente retrógrada.

Vejam o que está sendo enviado para os veículos:

Credenciais de imprensa estão disponíveis somente para membros da mídia profissional e será exigido o envio de artigos e verificaremos sua intenção de escrever sobre a conferência para uma publicação

Ou seja: Blogs estão de fora das credenciais de imprensa de um evento sobre BLOGS E A NOVA MÍDIA!

Pior. Como a coisa ficou feia pro lado deles, quando a Information Week jogou o assunto no ventilador, tentaram se explicar. Nos comentários um representante do evento explica: Blogs poderão solicitar credenciais, mas serão analizados caso-a-caso.

Eu já vi esse filme antes. Sempre que um grupo começa a ter um mínimo de importância, mesmo que apenas para si mesmo, imediatamente surge um grupo querendo “organizar”, e logo temos uma “diretoria”, “estatuto” e uma organização burocrática autoperpetuante cujo principal (e às vezes único) propósito é garantir a própria existência. Logo a própria categoria que seria a razão de existir do tal grupo perde a importância. É preciso “pensar grande” e pisar em um monte de pequeninos no processo.

Quando um evento para blogueiros faz uma discriminação explícita, dizendo que os blogueiros A-List terão tratamento diferenciado, acho que já está errado o bastante para não ser mais considerado um evento de blogueiros, e sim um daqueles encontros-caça-níqueis que algumas faculdades fazem, pra faturar um troco e fechar a conta do 13º dos professores.

Leia Também:

  • Com este nome "embromation corporatation society" não era de se esperar outra coisa :-)

    Aparentemente está natimorto…

    []'s

  • Bizonho. Já dá pra imaginar o "impacto" que este evento terá: NULL.

    abcs.

  • Daqui a pouco, vai ser como aquele sindicato das pequenas empresas que apareceu um tempo atrás. Te filiam compulsoriamente, enviam fatura e depois processam quando você não paga.

  • k

    Cardoso: dá uma corrigida aí:
    analisado é com 's'.

    []´s

    obs: delete este comentário; foi só para avisar.

  • Pois é. Quando começam a classificar os blogs e uns têm preferência sobre outros é sinal que a coisa está descambando. Blog é blog e não interessa o resto. Se presta ou não, se o conteúdo é bom ou não, são outros quinhentos. Todos que possuem um blog e o levam a sério devem receber o mesmo tratamento. Não vejo motivo para algo diferente disso.

  • "verificaremos sua intenção de escrever sobre a conferência": como vai ser isso? Interrogatório com luz na cara? Soro da verdade? Polígrafo? Chuck Norris em pessoa?

  • Patetico, uma pena ser assim

  • Essa turma deve brincar com dildos gigantes que simulam sabres laser. Devem também usar máscaras de Darth Vader, Darth Maul e Yoda.

    E se divertem à beça.

  • Será que é o Pessoal do Estadão que tá organizando isso aí? :p

    PS: Cardoso, vai hoje no Disturbia?

  • Vou sim, daqui a pouco estou saindo de casa.

  • Já vi esse filme antes… Aliás, estou vendo com o Parkour.

    Nada mais natural que o fenômeno dos blogs também passasse por isso. Já tentaram criar um manual de boas práticas. Já, já vão criar uma associação.

    Se os blogs tiverem esse tipo de controle perdem o que os fizeram ser tão bons quanto são.

    Voltando ao Parkour novamente, ao que parece, quem tem mais habilidade com publicidade e arrecadação de dinheiro vira referência pra massa. Distorce os conceitos e ignora a filosofia. Enquanto aqueles que antes não tiveram sede de publicidade e sempre lutaram pela boa divulgação da disciplina vêem um grupo seleto em volta de si cercado pela maioria que já se perdeu, levando outros consigo.

    Esse é um dos motivos pra eu apoiar o problogging e os eventos sobre blogs feitos por blogueiros.
    Assim os "verdadeiros blogueiros" permanecem influenciando quem está começando.

  • Eu já vi esse filme antes. Sempre que um grupo começa a ter um mínimo de importância, mesmo que apenas para si mesmo, imediatamente surge um grupo querendo “organizar”, e logo temos uma “diretoria”, “estatuto” e uma organização burocrática autoperpetuante cujo principal (e às vezes único) propósito é garantir a própria existência. Logo a própria categoria que seria a razão de existir do tal grupo perde a importância. É preciso “pensar grande” e pisar em um monte de pequeninos no processo.

    Exatamente como aconteceu com a SBC (Sociedade Brasileira de Computação). Hoje, batalham com unhas e dentes para não regulamentarem a profissão de analista de sistemas apenas para os cursos da área, visto que na própria SBC os cabeças são Engenheiros, Matemáticos, etc.

  • Você encontrou a palavra correta:
    patético!
    Abração

  • O nome do post deveria ser "dando uma de tocha humana"

  • Concordo. Quando se tenta segregar uma atividade em que a diversidade é a liberdade são os fortes; cai-se no ridículo. Os erros de avaliação e de posição começam justamente em desprestigiar os blogs na questão das credenciais. E a tentativa de esconder o mico depois? Ridícula. O grande problema é que tem sempre alguém tentando "se dar bem" em alguma área. Criam logo normas, taxas e burocracias para delas tirarem vantagem e, como vc disse, se perpetuarem. Muito bem colocada a descrição de patéticos. Um abraço.

  • Acho que a galera ja falou tudo.

    Gostaria apenas de reforçar as palavras:
    Patético, natimorto.

  • É por isso que físico não é profissão regulamentada até hoje e pelo jeito, não vai ser tão cedo, segundo as discussões que acontecem lá na Sociedade Brasileira de Física.

    Dependendo do sucesso que acontecer e com muitos blogueiros se tornando profissionais, não duvido que aconteça a regulamentação dessa profissão… só para "proteger" o mercado.

  • Pra começar tem 'e' demais na sentença deles…rs
    Não sei…tenho a impressão de que toda vez que as pessoas tentam organizar demaaaaais um fenômeno que acontece de maneira natural (o que não quer dizer que haja um planejamento anterior por trás disso para que tudo corra bem…ou ao menos um investimento) coisa desse tipo acontecem…