Dilma x Época – Falta de Ética ou Falta de Transparência?

A Polêmica da Semana é que a Época conseguiu o prontuário médico da Presidente Dilma. A estratégia é simples, é a mesma lógica de comer a noiva do irmão e contar pra ele, enfatizando que ela é uma vagabunda, acreditando que com isso o irmão esquecerá o detalhe que foi corneado em família, em primeiro lugar. (caso real)

A Época conta com a polêmica do prontuário “oculto”, se for “relevador” o suficiente ninguém lembrará da forma questionável com que foi obtido.

Questionável mesmo?

Um sujeito que abandona o outro lado para se juntar a nós não é traidor, é convertido. Jornalistas não têm vazamentos, têm fontes. Por mais que seja tentador culpar o veículo, temos que lembrar que o modelo de imprensa livre, independente e “irresponsável” que gera o prontuário roubado é o mesmo que torna público o Mensalão, Watergate e o Palocci.

É uma sacanagem publicar o prontuário médico da Presidente da República? Sem dúvida, assim como é sacanagem divulgar. Quem tem que ser punido é o sujeito que vazou os dados, não a Época. Do contrário estaremos criando precedentes onde o Governo se sentirá no direito de calar a boca de todo mundo que divulgue informações que considere desagradáveis, como os detalhes da cirurgia de mudança de sexo da Dilma, que pode ou não estar no tal prontuário.

O buraco aqui eu diria que é inclusive bem mais embaixo. Há que se questionar o direito do Presidente da República ter sigilo médico.

Como assim, Bial?

O Presidente não é uma pessoa comum, ocupa um cargo estratégico e suas decisões afetam a vida de milhões de pessoas. Deveria ser direito da população saber a quantas anda a saúde de seu Representante Máximo. E não, não estou sendo utópico. Em vários lugares isso é uma realidade. Tanto que mesmo os idiotas que tentaram de tudo para provar que Obama não havia nascido nos EUA não tentaram alegar que ele sofria de alguma doença incapacitante.

Motivo? Nos EUA o Exame Médico Anual do Presidente é obrigatório e os resultados são públicos. Quer dizer, enquanto aqui esquece-se qualquer outro problema para discutir um prontuário roubado, nos EUA é fato público que o Homem Mais Poderoso do Mundo teve uma câmera enfiada no rabo, pois o relatório médico informa de níveis de triglicerídeos até o fato de Obama ter passado por uma colonoscopia.

Está tudo errado. A Época errada por buscar polêmica barata, o mané que roubou o prontuário por ser um filho da puta sem ética e a Presidência da República por manter uma tradição de segredo e falta de transparência.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • A velha discussão sobre os limites da liberdade de imprensa. Tem limites, claro, mas estou inclinado a achar que o conceito de "privacidade", quando se trata de governantes, deve ser cada vez mais relativizado,

  • Enquanto no Brasil não existe esse direito de a população conhecer as informações médicas do presidente, então ditas informações estariam protegidas por fazerem parte do 'direito à privacidade' consagrado pela Constituição.

    Com relação ao jornalista, ele estaria acobertado pelo direito de sigilo da fonte (artigo XIV, CF), só que esse direito ao sigilo da fonte só existe em função do direito de obter informação e do direito do cidadão de ter acesso à essas informações.

    Conquanto que ditas informações foram obtidas de modo ilegal por aquele que forneceu o prontuário ao jornalista, dito jornalista poderia ter de enfrentar uma ação judicial onde se requeresse que ele violasse o 'sigilo da fonte', pois o dever do jornalista, em última instância, seria apurar a verdade sem assumir o compromisso de proteger criminosos.

    O resultado de uma ação hipotética como essa? Não posso prever, mas seria bem interessante o debate que se formaria no entorno da questão privacidade VS direito de informação.

    Postagem muito interessante.

  • Se houvesse um pouco de transparencia nao seria preciso ter tanta falta de etica para consigue informacao.

  • Alexandre

    Sinto te desapontar, mas aparentemente Obama não foi "invadido" por uma câmera. Ele fez uma CT-colonography, que seria uma colonoscopia virtual – por Tomografia computadorizada (CT) e reconstituição em 3d. Agora eles citam que a próstata não tem irregularidades ou hipertrofia, logo é bem possível que pelo menos a um exame digital retal ele tenha se submetido (aka dedada).

  • Cardoso:
    Esse caso ainda é dos menores.
    No Brasil, o caso Palocci explodiu no caseiro, que se ralou; o Mensalão, explodiu no cara que denunciou.
    Em Estados Unidos um figurão estrangeiro do FMI estuprou uma camareira africana e se ralou, porque parece que lá, nos Esteites, HÁ LEI .
    Se o estupro fosse aqui, a camareira estuprada é que ia para a cadeia e o figurão estrangeiro do FMI seria indicado para presidente do Banco Central… Porque aqui, HÁ CERTEZA DA IMPUNIDADE.
    Nada demais.
    Não vai acontecer nada.

  • Falou tudo!

    Só não acho que seja polêmica barata da Época. Eles apenas colocaram a público rumores que tem circulado nos "bastidores" do poder desde a época das eleições.

  • É como diz a música: Nobody's right if everybody's wrong. =/

  • Bom, num país onde o pessoal que sonhava com uma ditadura socialista diz que lutava pela democracia e o povão ainda acredita, os segredos são realmente necessários para manter o povo em eterno ópio :)

  • Rodrigo

    Vc deve ser mais um lacaio dos interesses imperialistas e deve estar recalcado só porque a antiga máfia foi substituída por uma outra mais eficiente. As propinas do mensalão e o enriquecimento espontâneo do Palocci foram feitos em nome do povo, da massa trabalhadora, se vc achou ruim então faz melhor q eles. O Brasil nunca esteve tão bem, nunca tantas pessoas tiveram um perfil no Orkut, e você está é com inveja disso. E se tá bancando o bonzão criticando a Época é pq com centeza vc é manipulado pela Veja e a Folha. Se quer políticos certinhos, imprensa imparcial e povo esclarecido então te muda pra Suécia, seu elitista!!!!

    • lia

      que pessoas estão bem???..tá de sacanagem né??/ou tem alguma boquinha em algum ministério???/porque esses são os unicos que recebem aumento hoje em dia, o resto da população foi abandonado pela traidora

  • Esse Brasil e sua Imprensa….. causando cada vez mais vergonha

  • fabriciobzg

    Caramba! que texto bom.

  • fabriciobzg

    Eu sempre ouvia falar desse exame anual do presidente,embora EU ACHE que ele não é totalmente publico.

  • Garrete

    Quem são os culpados?? O povo, óbvio! As cirurgias de ex-bbbs são cobradas e públicas. As da presidente, pouco importa!!

  • Nilson Morais

    Depois que vi ontem que o Pimenta neves só cumprirá 2,5 anos de prisão fechada por ter sido condenado a um ASSASSINATO eu não me impressiono com mais nada desse país.

    • diegotietz

      Isso ao mesmo tempo em que o (ex) diretor do FMI (!) tem sua prisão domiciliar decretada quase instantaneamente à publicidade do crime. Lá na civilização.

  • E aquele sonho de Gene Roddenberry de termos uma sociedade justa, transparente e igualitária está cada vez mais distante. Casos como esse de Dilma lembram muito mais a sociedade de George Orwell, do livro 1984.

  • é complicado saber sobre a saúde financeira da presidenta ou do nosso país eis a questão…

  • O governo tenta esconder a ficha médica da presidente por alguma falsa sensação de segurança propriciada pelo tal sigilo de Estado, beleza… Enquanto isso, pelo coleguismo partidário, alguns dos nossos representantes acham justo esconder o impeachment do outro colega de Brasília.

    Quanta transparência, não?

  • Não existe nenhum absurdo em levantar dúvidas sobre a certidão de nascimento do Obama. Inclusive existem indicios fortes da falsificação. Quem não viu a certidão supostamente escaneada que foi disponibilizada no site da Casa Branca?
    Foi provada a manipulação da imagem e alteração de dados.
    Isso além de outras incongruências.
    Achei pesado você se referir as pessoas que são céticas quanto as origens do Obama e da validade de sua eleição como "os mesmo os idiotas".

  • Só eu que me lembrei do Wikileaks agora?

    Os "pogreçistas" estão tomando do MESMÍSSIMO remédio: vazamentos ilegais, imprensa os publicando, etc e tal. E aí, hoje, no papel de vítimas, vão se esquecer de que apoiaram maciçamente o Assange e tudo mais, falando em nome de "transparência", anon does not forgive, /b/…

    E, é claro, concordo com o texto.

    PS: e ainda tem mané que acha que a Época quer "matar a Dilma"… Com o Temer/PMDB aí, quero mais é que ela fique vivinha da silva!

  • skjayanthi

    Acho que falta aquela noção dos governantes se sentirem como funcionários do cargo e não déspotas.
    Como funcionários, deveriam ter a sensação de obrigação e transparência.
    Como déspotas, prevalece a sensação de que só fazem favores e não devem nada a ninguém.

  • Anonimo

    Só algumas considerações:

    Primeiro: se tem uma coisa que os republicanos não podem ser acusados é de serem idiotas. Havia uma dúvida legítima na "americanidade" do Hussein Obama e o próprio na época das eleições não divulgou uma cópia completa da sua certidão de nascimento o que serviu para alimentar as dúvidas legítimas. Ou não é legítimo esclarecer a nacionalidade de um candidato ao posto máximo da nação? Se não fosse relevante, e é, o Schwarzenegger já seria presidente. E se os repúblicanos não exploraram a questão "saúde" do obama, já que aparentemente não seria "relevante", os democratas exploraram e muito o fator idade/saúde do McCain o que também é legítimo. Ou não é legítimo os eleitores saberem que podem estar votando em um morimbundo e elegendo no final das contas o vice?

    Segundo: pelas mesmas razões anteriormente elencadas não é uma polêmica barata a Época divulgar os exames presidencias. Ou preciso lembrar que a Dilma já teve um câncer e que não existe "cura" definitiva para o câncer? Ele sempre pode voltar. Também preciso lembrar que ela esteve enclausurada por mais de um mês no alvorada por conta de uma "pneumonia leve" o que levou até o Vacarezza e o próprio Lula a afirmarem (como se fosse o papel deles) que a saúde dela estava bem? Se o câncer dela e a saúde está debilidade é relevantíssimo para o público saber se o alto mandatário está em condições de permanecer no cargo e tem lucidez para tomar as decisões que o cargo exige. E mesmo a perspectiva de o vice vir a assumir também é fato relevante. Se o estado de saúde do Tancredo fosse público em 85 talvez a história tivesse sido bem diferente e o Sarney não teria assumido.

    Terceiro: de fato se o vazamento foi ilegal precisa ser averiguado, lembrando que o culpado pelo vazamento é o culpado e a imprensa tem a obrigação de divulgar tudo que estiver ao seu alcance. E que a falta de transparência é um problema terceiro-mundista, mas fazer o que…

  • Calendário de feriado e prontuário médico de presidente é uma coisa que anda de mãos dadas pela vida, a questão é que você não coloca um piloto doente pra pilotar a nave coloca ? Se o motorista do bus der uma tossida mais forte, você segura firme, não quero dizer que um exame de toque derrepente não os deixe mais humanos, desculpe não ser mais intelectual, mas foi o máximo que consegui, quando falamos que uma crise na saúde da Dilma pode estourar a bolsa, não falamos só do prontuário médico.

  • Existem interesses maiores que esse como relações internacionais e investimentos Nacionais, mais a Época esta certa em fazer publico informações como essa, visto que complicações na saúde dela, poderia acarretar uma crise econômica e para ilustrar dar-se atenção a coisas mais estúpidas que essas e por que não mostrar o prontuário da presidenta que pode ter conseqüências maiores no nosso dia-a-dia.

  • danillo

    "Senhoras e senhores cidadãos americanos, lamentavelmente vos anuncio que o nosso Excelentíssimo senhor presidente está com um tumor malígno, e tem somente um mês de vida."

    Tá bom que esse tipo de coisa aconteceria por lá hahahhaha seria pânico geral, caos total….
    É lógico que esses exames divulgados são maquiados em nome do "bem estar da sociedade"

  • jorn. Lino Tavares

    Uma advogada amiga de minha família foi renovar a carteira de motorista e teve que fazer uma bateria de exames médicos, pelo fato de possuir idade relativamente avançada. Ela só estava renovando a licença para dirigir o automóvel dela, algo que faz com perfeição já que nunca foi multada. Então, nada mais justo do que aquele (ou aquela) que se dispõe a dirigir o Brasil, como Dilma Rousseff ou outro qualquer, mantenha a população bem informada acerca de suas condições físicas e mentais. Não podemos esquecer que a eleição de um "louco" para presidente da República, Jânio Quadros, resultou na perda do chefe da nação, que renunciou no limiar do mandato, por razões até hoje não explicadas, e, como o vice era fraco e omisso diante das investidas no sentido de comunizar o Brasil, deu no que deu. Sofremos num golple de estado necessário e tivemos que viver 20 anos sob regime de exceção. Menos ruim que foram anos de progresso e muita paz social, dos quais a maioria das pessoas de bem que o vivenciaram sentem saudade até hoje, diante desse quadro de desgovernos e corrupção, que domina o poder central em Brasília. A revista está no papel dela. O comunicador não tem o direito de guardar segredo acerca dos fatos que lhe chegam à pauta. Muito pelo contrário, impõe-se-lhe o dever inarredável de levá-los ao conhecimento público. O resto é proselitismo de falsos democratas que reclamam direitos sem cumprir com seus deveres.

  • Acredito que todos estão errados. Quem pegou os resultados dos exames não tinha autorização para fazê-lo, quem divulgou a informação sabia que iria mexer num vespeiro. O caso do presidente é um pouco mais complicado, como cidadã ela tem direito a sigilo dos seus dados médicos mas como representante do povo deveria ter divulgado.

  • Com relação a presidente Dilma a coisa é mais complicada já que ela teve câncer recentemente e alega-se estar atualmente "curada", imaginem se o prontuário demonstra que ela não está curada? O clima de insegurança seria gigantesco, infelizmente nossa democracia não é madura o suficiente e nem o povo brasileiro é como o povo americano.Imaginem como ficaria o loteamento de cargos, com uma presidente fragilizada?

  • Aqui no Brasil falta de ética e ou transparência é mato!

  • Os 2 eu acredito!!

  • A velha discussão sobre os limites da liberdade de imprensa, rsrs
    Ana

  • Vou indicar este post aos meus amigos