Nada melhor do que ser íntimo de seu blogueiro

indimidade.jpgA vantagem mais indiscutível dos blogs e outras dessas novas mídias é a intimidade. Ao contrário dos meios tradicionais e dos relacionamentos problemáticos, os blogs possibilitam um real contato entre as partes. O blog é um pedestal muito baixo, excelente para quem tem medo de altura ou ego bem resolvido. Seu blogueiro preferido está a um email, um comentário de distância.Um livro, um filme, geram essa sensação de intimidade, mas o autor não recebe esse retorno de imediato. Muitas vezes nem recebe.

Nas mídias escritas, o retorno então é totalmente mascarado pela estrutura. Só os poucos colunistas podem usar a primeira pessoa. Nos blogs a sensação é diferente, pois os textos em geral são cheios das referências que formam suas origens. Muitas vezes leitores são pegos de surpresa com textos inteiros baseados em seus comentários. No blog um leitor pode fazer diferença.

Por outro lado o autor tem a liberdade de ser pessoal. Já vi blogs técnicos sérios e prestigiados onde o autor fez posts completamente fora do tema, puramente pessoais. Na blogosfera temos vários casos de blogs onde o autor pausa para um texto atípico, geralmente um desabafo. Nós leitores entendemos e nos solidarizamos.

Gostamos e nos preocupamos com nossos autores. É diferente do blog-terapia ou do blog “sou sensível pra pegar mulher”. Não estou falando de blogs-depressão, falo de gente funcional, que acompanhamos sem o prazer mórdibo dos blogs “nada dá certo na minha vida”.

Você não pode fazer isso em um livro técnico.

Esse tipo de intimidade acontece muito na rádio AM, mas não com a televisão. Acho que a imagem intimida. Seria interessante acompanhar, em alguns anos, os vídeocasts. Será que terão a mesma aproximação com os espectadores que os blogs e podcasts? Ou a imagem será igualmente intimidante?

Nos blogs essa reação independe do tamanho. O leitor está sozinho em frente a uma tela. Interagindo. Não importa se um milhão de pessoas estão fazendo o mesmo. Ele não tem essa percepção.

Qual o efeito dessa horizontalização? Bem, para o autor que busca “reconhecimento” é terrível, pois o torna “apenas um blogueiro”, próximo demais dos leitores para ser visto, ao menos por seus próprios olhos, como um iluminado artesão das palavras. Ninguém fez ainda Coquetel de Lançamento de Blog, ao menos não de blog pessoal. Quando o blogueiro é convidado para participar de uma mídia “de verdade” isso vira um acontecimento, em geral domina o blog por semanas e se torna assunto de 1/3 dos posts, no período subseqüente. Afinal, ele em uma mídia “de verdade” foi legitimizado. Pode, finalmente, olhar seus leitores por trás de um microfone ou uma câmera de verdade. Não uma webcam.

Curiosamente os profissionais da mídia tradicional estão migrando para os blogs, em busca da liberdade, informalidade e intimidade que muitos blogueiros se ressentem. A esses profissionais, parabéns, divirtam-se com os blogs, vocês vão adorar.

Aos blogueiros, minha dica: aproveitem a intimidade, conheçam seus leitores, biblicamente, se possível (e forem leitoras, no meu caso). Ninguém vai te achar mais ou menos talentoso por montar uma fortaleza e se esconder dentro, J.D. Salinger e Rubem Fonseca são bichos-do-mato, mas na hora de chamar para um chopp, o João Ubaldo Ribeiro é sempre o primeiro a ser lembrado. Você não ganha absolutamente nada se fazendo de estrela. Nem uma entrada na Wikipedia.


Technorati :

Leia Também:

  • "Nem uma entrada na Wikipedia" Kakakakakakaka! Fechou com chave de ouro … :)

  • Vou comentar só pra reafirmar a "chave de ouro", boa mesmo!

  • Ever

    Não sei como vim parar no seu blog… Não me lembro mesmo! MAS uma coisa deve ser dito: curti muito, me incentivei a "pensar" em ter um blog – afinal de contas nós informaníacos somos workaholics TOTAL! – mas ao mesmo tempo no que ou mais precisamente QUANDO eu poderia colocar alguma coisa, visto que tenho meu tempo bastante tomado… ENFIM, pensei sim e graças a você Cardoso, que aqui tens mais um telespectador!

    Abs,

  • ó lá heiN!

  • Mára Pezzolo

    Boa essa do 'ser citado'! E acredito nisto da conversa mais intima atraves da leitura de um blogh ou livro.Com as vantagens citadas por vc no primeiro caso.Agora, sobre radios AM, lembrei-me de um caso curioso- em uma radio de SP, programa matutino, o locutor dizia as horas e uma simpatica senhora que sintonizava fielmente a programação,ao escutar lembrava-se de tomar seu remedio p/ coração. Certa semana ,na tentativa de 'inovar' o programa,pararam de citar a hora certa.Resultado? A senhora simpatica quase enfartou e telefonou ao locutor pedindo p/ que ele volta-se aos 'velhos habitos'.Foi atendida, e mais ainda, o locutor passou a dizer : " Agora são …horas em São Paulo capital! Ô Dona Fulana hora de seu remedio, não esqueça!"

  • Ter um blog é sinônimo de liberdade (salvo algumas censuras indesejáveis dos TRE, TSE…), na qual posso escrever sem precisar ser amigo do dono do jornal, por isso que eu amo este tipo de mídia! Meu próximo passo é ter um smartphone ou um palmtop (mas que seja baratinho) que me permita blogar onde eu quiser.

  • O interessante é poder flanar digitalmente e conhecer novas idéias e formas de se expressar. Literalmente, navega-se por mares nunca dantes navegados.

    Blog legal. Voltaremos. Saúde e paz!
    http://www.baratas.tk

  • Intimidade com as leitoras? Hmm sei, sei, vou comentar sobre isso com o Mr Money ;) hehehe.

    bjsss querido, como sempre, adorei o post! Que sirva para muita gente.

  • Nem vem de idéia, Cris, eu sou tímido demais pra threesomes ;)

  • George Arraes

    "Seu blogueiro preferido está a um email, um comentário de distância.Um livro, um filme, geram essa sensação de intimidade, mas o autor não recebe esse retorno de imediato."

    É essa a impressão que também sinto.

    Excelente.

  • Pingback: Contraditorium » Leitura Obrigatória para Focas e afins()

  • Olá. Vim ao seu blog e gostei.

    Eu gostaria de fazer uma parceiria com você. Vá em http://www.mundogump.blogspot.com e veja se você teria interesse.

    Um abraço

    Philipe

  • Desculpe, seu site abre popups, minha religião não permite esse tipo de parceria.

  • Christina Manning

    ainyrpypdt2vz9x8