Pergunta do Dia: Blog é uma mídia engessada?

Explico: Livros viram filmes, músicas viram inspiração para histórias, contos viram programas de TV, mas nunca soube um blog que tenha virado algo.

No máximo temos blogueiros que escrevem livros, mas isso não quer dizer que o blog tenha mudado de mídia. Pombas, ele sempre foi texto. A não quer que seja um fotolog do Flogão, mas esses blogueiros não são alfabetizados, portanto não poderiam escrever um livro.

Será que um blog pode virar um programa de TV? Que tal um seriado?

Um blog virando um programa de rádio, isso pode ser legal. (digo rádio de verdade, com estúdio, emissora e dinheiro, não podcasts) Assim como seria bem legal um blog de Economia como o De Gustibus ganhando um quadro em um telejornal, ou o Blog da Doceshop ganhando um programa como o Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Eu acho que a interação seria excelente. O assunto é apresentado na TV ou no Rádio, e em seguida é aprofundado na Internet.

Blogs como o Balde de Gelo poderiam render excelentes sitcoms. Blogs coletivos poderiam fazer apresentações ao vivo. Há vários que eu pagaria para ver a interação entre os participantes. O que são o Manhattan Connection ou o Saia Justa, além de blogs disfarçados?

Eu acho que blogs podem render muito (em todos os sentidos) se diversificarem seu mercado. Mas a sério. Não é lançando um podcast e imprimindo um livro reciclando seus posts que você está investindo em outras mídias.

Quero ver blogs virando programas matinais, quero ver blogs como o Papo de Homem virando revistas de verdade, de papel. Só não quero ver blogueiros com pretensões profissionais pensando pequeno. Isso sim seria desperdício.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Rafael Netto

    O blog da banda Detonautas ( http://www.detonautas.com.br ) deu origem ao livro Mais Além.

  • Tranqilão?

    Não da certo Cardoso…

    Blog em outra mídia não iria dar certo o formato blog só faz sucesso porque a internet permite ¨Tudo isso¨…

    FALOW !

  • Diego – Sphink

    Blogs viram podcasts.

  • Diego – Sphink

    (Por sinal, cara, que medo dessas regras que você colocou antes dos comentários…

    Me fez refletir se meu comentário refletia minha opinião… o.o)

  • PF

    Comecei a ler e pensei no Kibe, porém a participação dele no Caldeirão do Huck não tem a ver com o blog.

    Acredito que essa tendência irá se tornar realidade, porém a blogosfera brasileira tem que amadurecer, crescer e aparecer mais um pouco.

  • E o Mothern não conta? Até virou série no GNT

    http://mothern.blogspot.com/

  • Aquilo dos Detonautas pode ser chamado de qualquer coisa, menos de blog, duvido que aqueles caras saibam juntar mais de três palavras e dar um sentido a elas, vide as letras, todas iguais. O negócio deles é estampa, e só.

  • Cardoso, discordo em alguns pontos do que vc diz, um blog que vira uma revista de papel tradicional …

    Bem, quantos anos de vida vc acha que as revistas de papel ainda tem? Ainda mais revistas novas, muito complicado ganhar mercado hj em dia..

    A playboy vem mal das pernas, a Playboy heim! Acho que ainda tem espaço para as publicações mais tradicionais (Veja, Carta Capital, etc), e nada contra essas publicações, pelo contrário, as leio e pretendo continuar a fazê-lo, só acho que o espaço para novas publicações nessa área está bem restrita.

    Outra, programa de rádio ao invéz de um podcast??

    Eu encaro os podcasts como evolução dos programas de rádio, você escuta quando e onde quiser, muito mais flexível. Acredito que seja uma alternativa bem melhor arrumar um jeito de ganhar dinheiro com o podcast a "regredir" para o rádio.

    Abraço.

  • Alguma chance de eu reverter a história dizendo que o "blog" surgiu como diário virtual? Pensando nisso, o blog imita a vida… a vida virou blog =)

    Tah, filosofei demais, isso que dá trabalhar mais de 28h em apenas 2 dias ¬¬

  • Cara, eu acho que pode se tornar outra mídia desde que o blog trate de assuntos específicos, sei lá!

    Existem programas aí que são parecidos com blogs, como aqueles que passam ou passavam à tarde no SBT e Bandeirantes que apresentavam um assunto e as pessoas iam dando sua opinião!

    O programa livre mesmo!

    Mas acho que um blog sair da internet pra outra mídia requer um pouco mais de trabalho e opinião! Mas não é impossível!

  • Rafael Netto

    O blog dos Detonautas, até há alguns anos (período que foi abordado no livro) tinha mais "cara de blog", de uns tempos pra cá foi desvirtuado pela "panfletagem" do vocalista Tico Santa Cruz.

  • blogs podiam deixar de ser tão auto-referenciais para caberem em outras mídias.

  • Se não me engano… o blog da Bruna Surfistinha virou livro… e se deixarem ela quer transformar em filme… eca…

  • Blogs poderão virar testamentos, podem virar provas, são máscaras, podem virar jornais, revistas, podem virar rádio, podem virar programas de vídeo, podem virar jogos, podem virar tudo isso e ter participação dos leitores! Tipo um você decide on line (estou pensando nessa idéia se resolver escrever)

    Não creio que blog seja uma mídia engessada, muito pelo contrário, ela é a conversão de todas as mídias em uma só, afinal o usuário pode até imprimir a página para ler no banheiro…

  • Blogs como o Verdade Absoluta virando um quadro do Zorra Total…

    (suspiro)

  • Blog vira Digg que vira pesquisa pra reporter que vira pauta que vira noticia que vira tendencia….ate que morre

  • Manhattan Connection ou Saia Justa são blogs disfarçados ou blogs são Manhattan Connection ou Saia Justa disfarçados?

    Qualquer semelhança com 'Tostines vende mais por que é fresquinho ou é fresquinho por que vende mais?' não é mera coincidência.

    Abraços.

  • gnomo

    Eu já acho que além de tudo isso o que você disse, nós somos uma comunidade forte, que pode fazer muitas coisas pelo país e por nós mesmos.

    Eu particularmente estou só observando, e pretendo montar o meu blog no meio do ano.

    Mas já me sinto da família, e o interessante é que apesar de poucos, mas alguns desentendimentos, concordamos sempre pelo menos em algo, e isso torna forte a nossa "classe" (?), e a facilidade com que temos de espalhar notícias, é uma grande arma contra essa sacanagem toda em que a gente vive.

  • O que eu acho, é que ao invés de "migrarem o blog", "migram o autor".

    Como se o Blog fosse apenas uma vitrine para seu criador.

  • Porque meu comentário anterior foi apagado?

    Não tinha nada ofensivo, nada ilegal, achei até que tinha ficado uma explicação legal e racional do meu ponto de vista sobre o assunto..

    Não entendi…

  • Olha ele ali no Nro 8, juro q não tinha visto aqui! ahahahhahahaha!

    Desculpe a falta de atenção!

  • PG

    Pô,

    Estão esquecendo da mãe de todos os blogueiros?

    Bruna Surfistinha!

    (mãe de todos os blogueiros!! huahua!! como sou mau!!)

  • Posso citar um blog que virou livro: Taxitramas, do Mauro Castro, que conta episódios do cotidiano de um taxista em Porto Alegre. Grande sucesso por aqui.

  • Aproveitando esse seu tópico.

    É engraçado ver como os blogueiros ou o "momento blog", digamos assim, não é reconhecido e nem há perspectivas de reconhecimento na literatura Brasileira.

    Tipo, eu não estou surtando. Tempos atrás um cara escrevia uma carta para a metrópole descrevendo a colônia e recebia de graça um reconhecimento literário.

    Hoje eu pergunto ao professor de literatura porque nós, os blogueiros, também não ganhamos um momento literário na história? Será que só velharias vão ser lembradas para todo o sempre?

    Antigamente o pessoa escrevia bobeiras e até hoje são lembrados nas escolas.

  • Pois é, ia falar do Mothern, mas o Bender falou.

    A série é até que boa, viu? Estréia já já segunda temporada no GNT – e tem no elenco o Rafinha Bastos, que ficou famoso na web há alguns anos com a sua Página do Rafinha (lembra?).

    Eu gosto!

  • Caracas descobri!!

    Depois de muito pensar, sabe o que blog vira mesmo?

    Fofoca!!

  • Diz a lenda que a série Mothern da GNT surgiu de um blog.

  • Não tenho certeza, mas o blog Desassistidas (desassistidas.blogspot.com) tem um quadro semanal em um programa de rádio.

  • O Mothern é um ótimo exemplo. Tanto a série quanto o livro surgiram de um blog.

    Inclusive a Laura Andrade, autora do blog, foi minha professora de Planejamento Publicitário na Faculdade.

    O que é isso? Apenas uma coincidência?

    Acho que não. A visão que o dono do site – chamo blogs de site – tem do seu projeto é o principal fator para levar o projeto à frente e romper os moldes pré-estabelecidos.

    A visão, e os contatos, de publicitária da Laura fizeram muita diferença nesse caso.

    Cardoso, é um prazer ter sido citado como exemplo. Sempre tive o sonho de ser editor da Playboy, quem sabe não a PapodeHomem não acaba indo pra mídia impressa… ;D

    Abração,

    Guilherme
    http://www.papodehomem.com.br

  • Pelo contrário, podcast você ouve a qualquer hora e onde quiser. Quanto aos blogs, eles podem se transformar em livros, inspirar matérias de grandes portais e revistas.

  • Cardoso,

    Meu blog Memórias de um Psicopata Enrustido está em plena migração de mídia. Está virando uma peça de teatro a ser encenada no final do ano.

    Isso é, caso eu consiga terminar de escrever o roteiro a tempo…

    Abração,

    Alexandre Heredia

  • E o Kibe Loco, que foi para a TV (Caldeirão do Huck)? E os blogueiros que postam vídeos no YouTube?

  • Antonio Daniel de So

    Só não concordo quando chama o resto da turma (blogueiros) de analfabeta. Neste espaço, tudo deveria ser democrático, sem a necessidade premente e voluntariosa de alguén chamar um desconhecido de analfabeto. Não é pejorativo, mas ninguem gosta e duvido que seja um gesto, um caminho para angariar admiradores. Pelo contrário, amplia uma legião de insatisfeitos. Mas se voce se julga forte, aguenta.

  • Antônio, você não frequenta muito o tal do Flogão e o Orkut, né? Digo e repito, seus usuários não só não são alfabetizados como a maioria sequer passa no teste de Turing.

  • Cardosíssimo querido.

    O Mothern virou livro e seriado de TV. Blog vira, sim, mas depende da inteligência. Meu voto: teu coletivo de blogs deveria virar programa de rádio e de TV. Cheinho de patrocinadores.

  • Acho que pra tudo isso é necessário investir, correr atráz, persistir.

    Não adianta nada também criar um blog e ficar esperando tudo cair no seu colo, de mãos beijadas.

    Tem que investir, nem que seja tempo e fé, mas tem…

    Gosto dos blog´s pela mobilidade e pela forma como os assuntos são tratados, isso é legal, é como desenhar a mão livre sem um tema definido…

  • Porquê essa necessidade de desbravar outras mídias, o blog não pode ser simplesmente um blog de sucesso? Existem muitos programas de TV e revistas que simplesmente são bem sucedidos.

    Lógico que pretendo fazer do meu blog um empreendimento o mais abrangente possível, mas acredito que essa questão é uma derivação de 'devemos monetizar os blogs?'.

  • Li esses dias que estão fazendo um filme baseado no blog Dear Rael…

  • Acho que um passo interessante seria um blog virar programa de TV. Isso ainda não aconteceu, mas em breve, tenho plena certeza que acontecerá.

    Abs

    Dolemes
    http://www.gamereporter.org

  • Pingback: De Gustibus Non Est Disputandum()